E. C. Vitória

Defesa do Vitória sofreu gol em doze de treze jogos

Além de Victor Ramos, que marcou contra a própria meta diante do Grêmio, outros 17 jogadores rivais conseguiram balançar a rede

Daniela Leone (daniela.leone@redebahia.com.br)
A defesa do Vitória calejou o coração do torcedor neste início de Brasileirão. O time sofreu gols em 12 das 13 partidas disputadas. Já são 20 tentos lamentados até aqui. Mudar os rumos dessa estatística é um dos desafios do Leão no jogo das 19h30 de domingo (10), contra o Fluminense, no Barradão.Além de Victor Ramos, que marcou contra a própria meta diante do Grêmio, outros 17 jogadores rivais conseguiram balançar a rede do Vitória. Destaque para o atacante Grafite, que fez dois na goleada por 4x1 aplicada pelo Santa Cruz na estreia, no estádio Arruda, e para o zagueiro Matheus Ferraz, que marcou o dois gols do Sport na derrota da equipe pernambucana por 3x2, no Barradão.
(Foto: Francisco Galvão/EC Vitória/Divulgação)
Dos 20 gols sofridos, oito foram em casa e 12 fora. Titular em 11 partidas, Fernando Miguel sofreu 16. Caíque substituiu o companheiro de posição em um jogo, começou como titular em outros dois e levou quatro gols. Como Fernando Miguel sofreu uma lesão na panturrilha e ainda não está pronto para retornar, será do goleiro revelado na base a missão de fechar o gol contra o Fluminense.A única vez que o Vitória não levou gol nesta Série A foi na 6a rodada, quando venceu o Internacional por 1x0, no Barradão. Naquele 5 de junho, Marinho marcou um golaço aos três minutos do primeiro tempo e o time conseguiu segurar o placar até o apito final. Fernando Miguel estava embaixo das traves na ocasião.“Nós temos visto o Vitória em campo jogando bem, sendo aguerrido. É uma equipe que não se esconde do jogo, é agressiva, mas tem permitido ao adversário muitas vezes sair na frente e ter um certo conforto, o que não deve acontecer, principalmente quando a gente joga no Barradão”, admitiu o técnico Vagner Mancini. O Vitória saiu atrás no placar em 11 das 13 rodadas.O treinador já quer uma nova postura defensiva no jogo de domingo, mas não tem todos os zagueiros à disposição. Expulso contra o Cruzeiro no domingo passado, Ramon irá cumprir suspensão automática. Com o ombro machucado, Victor Ramos não treinou com o elenco nos últimos dois dias, mas vai jogar contra o Fluminense. Poupado do jogo de quarta, pela Copa do Brasil, o atacante Dagoberto está confirmado no time. Caso Mancini opte por jogar com dois zagueiros, Vander e Tiago Real estão na briga pela vaga. Caso o treinador mantenha o esquema com três zagueiros, Josué é a única opção para o lugar de Ramon. Vinícius e Guilherme Mattis já se recuperaram de lesão, mas ainda não estão à disposição.
Correio24horas