E. C. Vitória

'É jogo decisivo', reforça Yago sobre duelo contra o Inter

Vitória precisa vencer por dois gols de diferença para garantir classificação na Copa do Brasil

Daniela Leone, do Correio 24h
- Atualizada em

Não há uma segunda chance. Para seguir adiante na Copa do Brasil, o Leão precisará abater o Internacional dentro de casa. O reencontro com a equipe gaúcha é na quarta-feira (18), às 19h15, no Barradão. Como perdeu o primeiro jogo por 2x1, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, na última quarta-feira (11), o rubro-negro precisa vencer por dois gols de diferença para abocanhar a vaga nas oitavas de final do torneio. Triunfo da equipe baiana por apenas um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Qualquer empate classifica o colorado.

"O jogo é decisivo, é de muita importância, disputado, então a gente conta com o apoio da torcida", convocou o meia Yago. "Vamos entrar concentrados para fazer o melhor" prometeu.

Foto: Maurícia da Matta/Divulgação ECVitória

Para alcançar o objetivo, o Vitória vai precisar colocar a bola para beijar a rede. Isso não é um problema para o time do técnico Vagner Mancini. Em 25 jogos disputados na temporada, o rubro-negro marcou 52 gols, média de 2,08 tento por partida. No entanto, o Leão ainda não sabe se terá seu principal goleador em campo. Artilheiro do Vitória na temporada, com 13 gols, Neilton tenta se recuperar de contusão. Nessa terça-feira (17), ele fez um trabalho com bola à parte com o assistente de preparação física Lucas Penha. De acordo com a assessoria de comunicação do clube, ele será reavaliado na quarta-feira (18) para saber se terá condições de enfrentar o Internacional.

Quem tem presença garantida em campo é o vice-artilheiro do time em 2018. Autor de nove gols, Denílson assinou do gol rubro-negro contra o Internacional na primeira partida dessa quarta fase da Copa do Brasil. Na cola dele está Yago. Dono de sete gols no ano, o meia também se habilita a resolver.

"Eu tenho pensamento que todos os dias a gente precisa dar nosso melhor. A gente precisa provar o melhor. Mostrar porque estamos ali. Nós jogadores não somos diferentes. Todos os dias temos que mostrar que somos melhores. Temos essa oportunidade dia após dia. Independente do que passou, nós temos que provar isso. Porque nós merecemos vestir essa camisa que é tão grande", afirmou Yago.  

Além de Neilton, o técnico Vagner Mancini segue sem poder contar com Fillipe Soutto, Luan, Bryan, André Lima e Cleiton Xavier, que também estão machucados. Nesta terça-feira (17), o treino foi fechado à imprensa. Treinamento para cobrança de pênaltis foi uma das atividades realizadas. O elenco rubro-negro volta a treinar na Toca do Leão na tarde de quarta-feira (18) e inicia a concentração em seguida.