E. C. Vitória

Embasa suspende fornecimento de água no Vitória; Paulo Carneiro rebate

Presidente do clube afirmou que as atividades do Vitória não serão prejudicadas e que existe um poço artesiano capaz de suprir a demanda de água nas instalações

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O Vitória teve o fornecimento de água suspenso em toda a sua estrutura, localizada no bairro de Canabrava. Um funcionário do clube que não se identificou, além da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), fornecedora de água do local, confirmaram a informação através de nota, segundo o globoesporte.com.

Foto: Maurícia da Matta/ECV

A suspensão do fornecimento aconteceu em decorrência de dívidas do clube com a empresa. O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, afirmou em aúdio divulgado na internet que essa é uma dívida anterior à sua gestão. Além disso, ele também garantiu que existe um poço para fornecer água ao clube e, por isso, a suspensão da Embasa não afeta o funcionamento das atividades no clube.



"Apenas para que o torcedor do Vitória fique atento, nessa campanha sórdida que tentam fazer contra o clube, avisar que estão divulgando aí que a Embasa cortou a água do Vitória. Quero dizer a vocês que uma das primeiras providencias que estamos tomando aqui era fazer um entroncamento porque temos um poço artesiano com vazão suficiente para atender. Hoje nós temos 400 mil litros de água de reserva. Portanto, não precisamos da água da Embasa. No momento certo procuraremos a Embasa para negociar o consumo de água antes da nossa chegada, que chegou a 80 mil por mês.", afirmou o dirigente no áudio.