E. C. Vitória

Interino, Flávio Tanajura será o técnico do Vitória contra a Chapecoense

Auxiliar de 42 anos comandará o time na ausência de Gallo, demitido nesta sexta-feira (21)

Herbem Gramacho, do Correio 24h

O Vitória procura um treinador após a demissão de Alexandre Gallo, anunciada na manhã desta sexta-feira (21). E enquanto ele não chega, caberá a Flávio Tanajura a missão de comandar o time contra a Chapecoense, sábado (22), às 16h, no Barradão.

Aos 42 anos, Tanajura já fez quase tudo no Vitória. Como ex-zagueiro, é o jogador que mais vestiu a camisa do clube, 323 vezes. Também trabalhou como auxiliar técnico, função que exercia até quinta-feira, véspera da saída de Gallo, foi treinador de zagueiros e chegou a estagiar na função executiva, numa espécie de preparação para ser gestor de futebol que acabou não se concretizando após mudanças de diretoria. E também já foi técnico, embora por pouco tempo.


A primeira experiência de Tanajura na função que exercerá sábado, diante da Chapecoense, foi em 2008, em um jogo do Campeonato Baiano que o Vitória venceu o Ipitanga por 3x2. Na ocasião, também como interino, antes de Vagner Mancini assumir. Em 2010, chegou a ser efetivado como técnico da equipe no Campeonato do Nordeste, numa temporada em que o Leão usou o time B na competição. O Vitória foi campeão, mas na final foi comandado por Ricardo Silva.

Sete anos depois, Flávio Tanajura terá pouco tempo para mudar a equipe do Vitória. O único treino será o desta sexta (21), à tarde, na Toca do Leão. Ele já assume com um problema: Willian Farias está machucado e Renê Santos, que tem sido o substituto, suspenso. O atacante David, também suspenso, é outro desfalque.

Tanajura entrou na "linha sucessória" devido à saída de Wesley Carvalho, auxiliar que deixou o Leão em maio para ser treinador do time sub-20 do Palmeiras.

O Vitória é 19º colocado no Brasileirão, com 12 pontos após 15 rodadas. A Chapecoense tem 18, em 15º lugar.