E. C. Vitória

Leão cede empate diante do Joinville e perde chance do acesso antecipado

Decisão fica para a última rodada, no jogo diante do Ceará. Trinfo ou empate valem o acesso

Eudes Benício (esportes@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
Joinville está apenas cumprindo tabela na Série B

Deu pra sentir o gosto do acesso até os minutos finais, mas um vacilo cancelou o que poderia ser a festa. Com um resultado cedido no fim, o Leão ficou no empate com Joinville na tarde deste sábado (17), na Arena Joinville, e deixou escapar o acesso antecipado para a Série A. Outros resultados na 37ª rodada até foram a favor, mas a decisão do destino rubro-negro em 2013 ficou para a última rodada da Série B. O gol do Vitória no confronto saiu com William, ainda no primeiro tempo, e aos 43 minutos da última etapa Leandro Carvalho empatou.O prejuízo só não foi ainda maior por que o São Caetano empatou com o Goiás e os dois pontos de vantagem do Vitória para o quinto colocado foram mantidos. Agora o Rubro-negro tem 70 e o Azulão, 68. A decisão do acesso, que encerra a participação do Leão na Série B 2012 acontecerá em casa. Diante do Ceará e da sua torcida no Barradão, no próximo sábado (24), o time fecha a tabela de jogos na partida que tem pontapé inicial às 15h20, horário de Salvador. Para o Joinville o campeonato termina no confronto com o Goiás, no mesmo dia e horário, no Serra Dourada.Confira como foi a partida no Lance a Lance

Para ficar com a vaga na Série A, o clube dependerá somente das próprias forças. Uma vitória ou empate sobre o Ceará garante a subida para a elite. Se perder, o Leão precisará torcer por uma derrota ou empate do São Caetano, que enfrentará o Guarani, ainda ameaçado pelo rebaixamento.Acompanhe e opine nas análises de Elton Serra no blog iBahia.F.C


Bola rolando - O equilíbrio deu a tônica da partida na Arena Joinville na maior parte do primeiro tempo. Enquanto a principal deficiência dos donos da casa estava na defesa mal armada, o Leão sentia dificuldade no meio-campo, o que acabou isolando os homens de ataque do time. Quem chegou com perigo primeiro foi o Vitória, e aos 14' William recebeu o lançamento de Nino, pegou de primeira e mandou muito perto, mas só acertou a rede pelo lado de fora.


Mesmo mostrando certa desorganização tática, o Leão conseguiu se aproveitar a pouca resistência da defesa do Joinville para sair na frente no placar. O único gol do primeiro tempo saiu dos pés de William, que recebeu o passe na esquerda, invadiu a área e chutou cruzado, por baixo do goleiro Ivan. Depois de passar pelo arqueiro a bola foi chorando até entrar no gol. Depois de ficar à frente do placar, os comandados de PC Gusmão ficaram mais à vontade, até chegaram em outras oportunidades no ataque, mas o placar não mudou até o intervalo.


O desarranjo tático dos dois lados do gramado não melhorou no segundo tempo e demorou até os ataques se acertarem para conseguir chegar com perigo á área adversária. O Vitória tomava a iniciativa do ataque, enquanto os donos da casa esperavam pelo contra-ataque, mas só depois de metade da etapa o jogo esquentou.


No ensaio da pressão sobre o Vitória, o Joinville chegou perto do gol aos 27'. Ricardinho mandou o chute de pé direito, da intermediária, e a trave salvou o que seria o gol de empate. Logo depois, aos 28', foi a vez de Jean Carlos ter a oportunidade de cara com o gol, depois de ficar com a sobra do escanteio, mas Gilson salvou colocado o corpo na frente da bola. Depois da pressão, quem ficou no contra-ataque foi o Vitória, que ameaçou o gol do Joinville em algumas chegadas, mas acabou surpreendido nos minutos finais. Aos 43', Leandro Carvalho recebe na entrada da área, invadiu e mandou o chute para empatar.


Joinville 1 x 1 Vitória - 37ª rodada - Campeonato Brasileiro Série B
Data: 17/11/2012, sábado, 15h20

Local: Arena Joinville

Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)

Assistentes: Paulo César Silva Faria (MT) e Ramires Santos Cândido (ES)


Joinville: Ivan; Eduardo, Pedro Paulo, Diego Jussani e Cristian; Glaydson, Leandro Carvalho, Ricardinho (Fernando Viana) e Willian; Jaílton (Aldair) e Lima (Jean Carlos). Técnico: Artur Neto


Vitória: Deola, Nino, Victor Ramos, Gabriel e Gilson; Michel (Rodrigo Mancha), Fernando Bob, Pedro Ken e Willie (Marcelo Nicácio); Elton e William (Tartá). Técnico - PC Gusmão