E. C. Vitória

Passado um terço do Brasileirão, Vitória faz sua pior campanha nos pontos corridos

Rubro-negro somou apenas 12 pontos em 13 partidas; são três vitórias, três empates e sete derrotas

Herbem Gramacho, do Correio 24h

A sina do Vitória tem sido de sofrimento no Campeonato Brasileiro deste ano. Passadas 13 das 38 rodadas, o Leão somou apenas 12 pontos, média inferior a um por jogo. Com três vitórias, três empates e sete derrotas, esta é a pior campanha rubro-negra a esta altura do campeonato desde que a Série A adotou o formato por pontos corridos, em 2003.

O aproveitamento de 31% deixa o time na zona de rebaixamento, onde esteve em dez rodadas. Passeou fora dela somente na 1ª, 2ª e 8ª rodadas, quando ficou respectivamente em 13º, 16º e 16º lugares.


Derrota para o Vasco foi a quarta do Vitória em sete jogos como mandante (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Um detalhe preocupante: as campanhas que mais se aproximam da atual foram marcadas por rebaixamento. Em 2010 e 2014, o Leão tinha somado 14 pontos após as 13 primeiras rodadas e não conseguiu se recuperar até dezembro. Já em 2004, ano também de queda à Série B, o time tinha 17 pontos a esta altura.

O técnico Alexandre Gallo reconhece a necessidade de reforços no elenco e afirma que haverá contratações. “Eu tenho conversado muito com Petkovic. O problema é o momento que a gente está. Faltam sete dias para fechar a janela no Brasil, mas a qualificação vai acontecer e nós estamos trazendo jogadores, como todos os grandes clubes do Brasil trazem, para justamente ter uma melhora para essa sequência dos últimos 25 jogos. São muitos jogos e realmente nós precisamos melhorar”. 

Enquanto outros jogadores não chegam, Gallo mostra confiança em contar com um recém-contratado. “Temos Wallace já voltando, em condições praticamente para jogar domingo. É um reforço importante. A gente confia muito na liderança e na qualidade dele. Acho que é um jogador que vai ser importante para nós”, comentou o treinador, referindo-se ao zagueiro, que depende da regularização na CBF para estrear.

O Vitória perdeu os zagueiros Kanu e Fred, suspensos, para o jogo contra o Palmeiras, domingo, às 11h, no Allianz Parque, em São Paulo. Ramon, que deixou a partida contra o Vasco com dor na coxa, teve lesão de grau 1 confirmada e forma o trio de desfalques na zaga.

Apresentado nesta quinta-feira (13), Wallace comentou sobre o momento do clube. “Futebol é feito de resultados. É desse jeito que as coisas funcionam. Você faz os três pontos e as coisas mudam. Já se foram 13 rodadas, somente 12 pontos, a gente está bem abaixo do que espera”.

Ele concluiu pedindo apoio do torcedor, que chegou a pedir a demissão de Gallo durante a derrota para o Vasco. “Tenho certeza que a gente vai sair dessa situação, principalmente com o apoio da torcida. Sei que eles estão magoados, mas sem o apoio deles, não vamos conseguir sair dessa. Tem que esquecer quem está vestindo a camisa e ver a camisa do Vitória em campo”.