E. C. Vitória

Vitória recebe o Bahia de Feira por final e vantagem

Após empate na partida de ida, Leão vai à decisão do Baiano em caso de outra igualdade na partida das 17h deste sábado (24), mas pode perder vantagem se não vencer

Daniela Leone, do Correio 24h

O Vitória entra em campo, neste sábado (24), como favorito a conquistar a primeira vaga na final do Campeonato Baiano. Às 17h, o rubro-negro disputa a partida de volta da semifinal contra o Bahia de Feira, no Barradão. Por ter feito melhor campanha na fase classificatória, o Leão tem a vantagem de jogar por outro empate, após o 1x1 no duelo no Joia da Princesa, em Feira de Santana, domingo passado.

Apesar de garantir a classificação, um empate hoje não é bom negócio para o Vitória. O rubro-negro ocupa o topo da tabela do estadual, com 22 pontos, mas o rival Bahia é o segundo colocado, com 20. Se o Leão empatar, chegará a 23 pontos e será ultrapassado caso o tricolor vença o confronto da outra semifinal. Por quê? Porque a turma do Fazendão tem melhor saldo de gols que a da Toca (15 a 10). Bahia e Juazeirense jogam no domingo (25), às 16h, na Fonte Nova.

Neilton, com a bola, volta ao time do Vitória na partida deste sábado (24) (Mauricia da Matta/ECVitória/Divulgação)

Portanto, só um triunfo contra o Bahia de Feira garantirá a manutenção da vantagem na final. “A gente tem que entrar com o pensamento de vitória. Entrar para conquistar os três pontos”, afirma o goleiro Caíque. “Nosso pensamento é classificar de uma forma que nós possamos sair satisfeitos com o futebol desempenhado dentro de campo”, reforça o volante Willian Farias.

Os dois jogaram na última quarta-feira, quando o Vitória poupou titulares e goleou o Ferroviário por 4x1 pela Copa do Nordeste. Neste sábado (24), eles devem voltar para o banco.

Deixar o regulamento de lado na semifinal é importante até mesmo para colocar uma mão na taça. Desde que o Campeonato Baiano é disputado com a fórmula atual, com jogos de ida e volta, apenas em três oportunidades um dos finalistas conseguiu reverter a vantagem.

Em 2011, o Bahia de Feira chegou à final em desvantagem contra o Vitória e comemorou o primeiro título estadual de sua história. Em 2014, o Leão tinha a vantagem e o Bahia foi o campeão. Em 2016, ocorreu o inverso com a dupla Ba-Vi e o rubro-negro comemorou.

Relacionados
O zagueiro Kanu, o meia Yago e o atacante Denílson estão suspensos pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA), mas mesmo assim foram relacionados pelo Vitória para o jogo das 17h deste sábado (24), contra o Bahia de Feira, no Barradão, duelo de volta da semifinal do Campeonato Baiano.

Eles foram punidos pela participação na briga registrada no primeiro Ba-Vi da temporada, no dia 18 de fevereiro. O Vitória entrou com recurso e pedido de efeito suspensivo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), mas teve a solicitação negada.

Após a negativa, o clube impetrou um mandado de garantia, e é confiando nesse instrumento jurídico que o técnico Vagner Mancini convocou os três suspensos. Se o desfecho continuar negativo, eles não serão utilizados. Por isso, a lista divulgada após o treino de sexta (23), o único preparatório para o reencontro com o Bahia de Feira, tem 26 jogadores. Exatamente três a mais do que o permitido para uma partida.

Poupados no triunfo por 4x1 contra o Ferroviário, quarta-feira, pela Copa do Nordeste, o goleiro Fernando Miguel, os volantes Fillipe Soutto e Uillian Correia, o meia Nickson e o atacante Neilton retornam ao time.