E. C. Vitória

Vitória tem no Nordestão a única chance de salvar o primeiro semestre

Eliminado do Baiano, Vitória vai precisar focar na Copa do Nordeste para salvar o primeiro semestre

Angelo Paz (angelo.paz@redebahia.com.br)
- Atualizada em
Eliminado do Baiano, Vitória vai precisar dos gols de Neto no Nordestão (Foto: Arisson Marinho/Correio)

Do banco de reservas Claudinei Oliveira buscava em Carlos Amadeu conselhos para conseguir mudar o fim da vergonhosa noite de sábado no Barradão. As mudanças vieram, mas só em nomes. E o time que se classificava às semifinais até com derrota por um gol de diferença, acabou levando 2x0 do Colo-Colo e abandonando a disputa prematura.Essa será a primeira vez desde 1984 que o Vitória não vai figurar sequer entre os quatro primeiros do estadual. E após Neto Baiano, que perdeu pênalti aos 40 do segundo tempo, se culpar pela eliminação, foi a vez do estreante Claudinei tentar explicar o inexplicável.“Nem no pior dos pesadelos, imaginávamos ser eliminados nas quartas de final do Campeonato Baiano. Se estou aqui, é porque algo não estava bem. Lamento estrear com derrota, mas preferi sentar na beira do campo, porque é meu perfil é botar a cara. O futebol não tem tempo técnico. Se tivesse, agente parava depois do primeiro gol”, declarou Claudinei, que assinou por dois anos e já sabe que, se cumprir o contrato, não vai disputar o Nordestão 2016 – só os três primeiros do estadual garantem vaga.


Por falar na Copa do Nordeste, é a única competição no semestre capaz de minimizar a vergonha de sábado. Na quinta-feira, o rubro-negro volta a campo para pegar o América-RN, pelo jogo de ida das quartas de final. E ainda no calor da fracasso, foi inevitável pra Claudinei não falar em possíveis mudanças. “Não dá nem prazer em rever, mas temos que ver (vídeo do jogo) para crescer e aprender como nossos erros. Alguma coisa deve mudar com nosso jogo. Fui contratado para resolver, para encontrar soluções. É o que vou fazer.O tempo é curto agora para trabalhar, mas vamos ter uma evolução, desde que tenha tempo”, comentou

Claudinei.


COPA DO BRASIL


Fora do Nordestão, o clube tema Copa do Brasil nesse semestre: a estreia será no dia 1° de abril, contra a Anapolina, em Goiás. Outro mata-mata pela frente que também servirá de oportunidade pro Vitória se achar para o início do Campeonato Brasileiro da Série B, que começa para o Leão dia 8 de maio diante do Sampaio Correa, no Barradão.


“Ninguém quer perder jogo nenhum, mas hoje é mais importante um acesso do que um título baiano. Ninguém está abrindo mão de títulos,como a Copa do Brasil ou Copa do Nordeste, mas o foco tem que ser a Série A. Se sentirmos que a equipe precisa ser reforçada, a equipe será reforçada”, pontuou o treinador.