Empregos

Doadores de sangue podem ter mais vantagens em concursos públicos

Projeto de lei de deputado federal quer implantar a obrigatoriedade da doação regular de sangue como critério de desempate em concursos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
A doação de sangue, além de ser um ato solidário, poderá se tornar um critério obrigatório de desempate para os candidatos a concursos públicos. É o que propõe o deputado federal Luiz Argolo (PP-BA), que apresentou o projeto de lei 2474/2011 à Câmara dos Deputados na última quarta-feira (5) com este objetivo. Caso seja aprovado, o projeto servirá como mais um estímulo à prática voluntária de doar sangue.

De acordo com a Fundação Hemoba, para que uma pessoa doe sangue, é necessário ter peso superior a 50 quilos, idade entre 16 e 67 anos e apresentar documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional, além de estar saudável e se sentindo bem.