Empregos

Estudo revela as competências mais procuradas em seleções de emprego

"Melhorar as habilidades brandas é uma das melhores mudanças que você pode fazer na sua carreira, já que nunca serão redundantes", indicou o editor de aprendizagem do LinkedIn

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Está procurando emprego? As empresas estão buscando um conjunto de habilidades e, não apenas, diploma e anos de experiência. De acordo com uma pesquisa publicada pelo LinkedIn, rede social de perfil profissional, é avaliada a forma como a pessoa resolve os desafios profissionais.

O estudo divide as competências exigidas pelas empresas em uma combinação de soft skills (habilidades socioemocionais) e hard skills (habilidades mais técnicas).

Foto: reprodução / shutterstock
As soft skills incluem criatividade, etiqueta, facilidade de relacionamento e trabalho em equipe, engajamento, adaptabilidade, capacidade de persuasão, organização de tempo e diálogo.

Já os hard skills são as que podem ser ensinadas. A escrita, digitação, matemática, habilidade de usar programas de software. Atualmente, é importante saber fazer manejo de dados em nuvem, entender de inteligência artificial, raciocínio analítico e User Experience Design (design da experiência do usuário).



A dica da plataforma é misturar conhecimentos especializados com habilidades individuais (brandas)."Melhorar as habilidades brandas é uma das melhores mudanças que você pode fazer na sua carreira, já que nunca serão redundantes", indicou Paul Petrone, editor de aprendizagem do LinkedIn. "O desenvolvimento da inteligência artificial fez com que as habilidades brandas fossem cada vez mais importantes, porque são precisamente as habilidades que os robôs não podem automatizar."