Empregos

Sem dívidas? Use o seu 13º salário para investir

O portal iBahia conversou com o economista e professor do curso da Unijorge, Antônio Carvalho, e ele deu algumas dicas de como iniciar um investimento com o benefício

Isadora Sodré (isadora.sodre@redebahia.com.br)

O final de 2018 chegou e todas as prováveis dívidas estão quitadas? Que tal então utilizar o seu 13º salário para iniciar um investimento? O economista e professor do curso de administração da Unijorge, Antônio Carvalho, deu dicas e mostrou que é possível sim aplicar de forma rentável o benefício.

Como calcular o seu décimo terceiro?
Para

saber qual o valor do benefício, basta o empregado dividir o salário de

dezembro por 12 e multiplicar o resultado pelo número de meses

trabalhados.


Detalhe: é importante ressaltar que se o trabalhador

ficou empregado mais de 15 dias de atividade em atividade remunerada,

esta quinzena entra para o cálculo final como um mês cheio. Outro ponto:

mesmo que tenha tido aumento ao longo do ano, o valor que vale para o

cálculo é o vencimento de dezembro.

Já a segunda parcela deverá

ser paga até 20 de dezembro. Sobre essa parte, que incidem os descontos

do INSS (8%, 9% ou 11%, dependendo da renda) e do Imposto de Renda

(variável de 7,5% a 27,5%).

Por exemplo: um trabalhador com ganho

de R$ 1.500 em dezembro ganhará R$ 750 na primeira parcela e R$ 615 na

segunda, pois haverá o desconto de R$ 135 do INSS.