Empregos

Veja como procurar emprego e cadastrar vagas na internet

Ministério do Trabalho (MTB) lançou dois aplicativos: Sine Fácil, para a busca por vagas e inserção no mercado, e o Sine Fácil Empregador empreendedores podem cadastrar vagas

Agência O Globo

Atualmente, existe aplicativo de celular para quase tudo: para descobrir que horas o ônibus vai passar, para chamar táxi e Uber e para ver o saldo na conta bancária. Acompanhando as tendências tecnológicas, o Ministério do Trabalho (MTB) lançou dois aplicativos: Sine Fácil, para a busca por vagas e inserção no mercado, e o Sine Fácil Empregador,no qual empreendedores podem cadastrar vagas, selecionar candidatos, acompanhar entrevistas agendadas, pesquisar currículos e informar sobre o status do processo seletivo — tudo na palma da mão.

Foto: Reprodução

Veja como usar o Sine Fácil, para procurar emprego:

Desde o início do ano, mais de 370 mil trabalhadores já conseguiram emprego no país pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine), que faz intermediação entre empresas e pessoas que procuram oportunidades de trabalho por meio da seleção dos perfis mais compatíveis para as vagas cadastradas e, depois, com o encaminhamento para a entrevista. O trabalhador pode se inscrever em um dos postos de atendimento da Rede Sine, em todo o Brasil, pelo site ou pelo aplicativo.

Para acessar a ferramenta, é preciso informar dados pessoais, como CPF, nome, data de nascimento, nome da mãe e estado de nascimento. Caso seja estrangeiro, basta clicar em “Não sou brasileiro”. Depois, é necessário responder a um questionário com cinco perguntas sobre o próprio histórico de trabalho e acertar pelo menos quatro.

Depois disso, o usuário receberá uma senha provisória que deverá ser trocada no primeiro acesso. Caso tenha dificuldade em responder às perguntas, deve-se aguarde 24 horas para uma nova tentativa ou entrar em contato com a central 135 para solicitar ajuda.

As funções com mais vagas disponíveis até agosto foram: alimentador de linha de produção (47.368 postos), faxineiro (18.339), servente de obras (13.748), operador de telemarketing ativo e receptivo (11.513) e operador de caixa (11.021).


Veja como se cadastrar em busca de vagas em outros sites:

No site Vagas.com, é possível fazer o cadastro gratuitamente, preencher a pretensão de cargo e a cidade de preferência, além de selecionar um raio de busca de vagas a partir dessa região.

No campo informações complementares do currículo, o trabalhador inserir realizações profissionais que não cabem em outros campos, como cursos de curta duração, intercâmbio, voluntariado, habilitação/carro próprio e prêmios, além da disponibilidade para mudanças ou viagens.

No Catho, é possível fazer o cadastro de seu currículo e buscar vagas que tenha preferência de forma gratuita por 30 dias. Depois desse período, é necessário assinar um dos planos, que custam de R$ 49,90 (seis parcelas), no pacote semestral, a R$ 79,90 (seis parcelas), no anual com análise de currículo.

No LinkedIn, que é uma rede social profissional, também é possível procurar emprego de forma gratuita. Mas, para os assinantes, o site oferece serviços adicionais, como contato direto com recrutadores, destaque para o perfil, estatísticas para comparação com outros candidatos e possibilidade de saber quem viu seu perfil nos últimos 90 dias e como ele foi encontrado. O valor é R$ 49,90 mensais.

Veja como usar o Sine Fácil Empregador para cadastrar vagas de sua empresa:

Lançado há quase cinco meses, o aplicativo já teve mais de 50 mil downloads. Para usá-lo, o empregador, que pode ser pessoa física ou jurídica, deve instalá-lo no celular e fazer o acesso por meio da credencial do Serviço de Intermediação de Mão de Obra (IMO Web). Caso o empregador não tenha credenciais de acesso, pode se cadastrar pelo aplicativo, pelo portal Emprega Brasil ou pela rede de atendimento do Sine.

"O app facilitou ainda mais o acesso aos serviços oferecidos pela rede Sine, sem qualquer custo e de forma mais rápida, além de permitir uma maior aproximação com os empregadores”, afirmou, em nota, Letícia Moreira, coordenadora da Rede de Atendimento, unidade vinculada à Secretaria de Políticas Públicas de Emprego (SPPE) do Ministério do Trabalho.

Depois, basta escolher um posto gestor para incluir uma nova vaga no sistema. Pelo sistema, é possível filtrar o perfil do candidato consultando, por exemplo, a experiência profissional cadastrada na plataforma virtual.

Para consultar currículos, o empregador precisa filtrar pelo cargo desejado e pode selecionar até cinco cidades nessa busca. O resultado da consulta apresenta o número de currículos que se enquadram aos critérios selecionados. Depois, para marcar a entrevista, basta selecionar o período que o próprio aplicativo, de forma automática, realiza o agendamento dos candidatos selecionados. Ao fm da seleção, o empregador pode inscrever no aplicativo o resultado da seleção para um ou mais candidatos.