Empregos

Veja o que não colocar de jeito nenhum nos dados pessoais do currículo

O recrutador pode fazer a análise do seu perfil em apenas alguns segundos

Redação Catho

Fotos, geralmente, não devem ser incluídas em um currículo. Adicione esse recurso apenas se o recrutador exigir no anúncio de vaga que os currículos devem contê-lo para participação do processo seletivo. Neste caso, a foto deve ser o mais formal possível, como as 3×4 que tiramos para documentos (RG e passaporte). Caso ele não informe (como ocorre em 95% dos casos), esqueça!

Evite informações desnecessárias para o recrutador como o seu número de RG, CPF, atestado de reservista, carteira profissional e título de eleitor. Nenhum destes dados é relevante para o processo de triagem de currículos e, portanto, não devem constar no documento.

Foto: reprodução
Existe alguma informação opcional para informar dos dados pessoais do currículo?

Acredito que a única informação que você possa informar ou não sem um impacto para o seu currículo é o link para seu perfil no LinkedIn. Afinal, esse detalhe pode ser interessante para alguns recrutadores que desejam conhecer você mais a fundo. Ainda assim, isto não fará a mínima diferença caso tenha descrito adequadamente todas as informações no documento para participação em processos seletivos.

Agora é com você! Cuide para que o seu currículo seja uma obra de arte!


Sim, uma obra de arte. Afinal, o recrutador pode fazer a análise do seu perfil em apenas alguns segundos. Com isso, se o seu currículo não for visualmente profissional ou se o conteúdo não estiver adequado, as suas chances de avançar na seleção e conseguir um emprego serão mínimas.