Empregos

Especialista acredita que peso do currículo agrega bastante duran

São poucas vagas desocupadas e muitas pessoas qualificadas aguardando uma chance

Redação iBahia
09/05/2016 às 21h32

2 min de leitura
Dino

Em períodos de crise econômica, como a que o Brasil vive atualmente, muitos profissionais sentem dificuldades em encontrar vagas de trabalho em suas áreas de atuação. São poucas vagas desocupadas e muitas pessoas qualificadas aguardando uma chance. Por conta disso, o especialista em comportamento humano e presidente da Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC), Sulivan França, acredita que a solução para o momento é buscar diferenciais em prol do currículo. “É muito importante que a pessoa não se desanime ao receber algumas negativas de empresas. Pelo contrário, é preciso entender essa recusa como uma oportunidade de crescimento. Uma dica é aproveitar o tempo livre para iniciar à busca por cursos extracurriculares com o objetivo de agregar peso ao currículo. Sem dúvidas esse é um ponto importante na análise dos recrutadores”, diz.

Um dos grandes diferenciais durante este processo é o domínio de outras línguas. De acordo com pesquisa realizada pela Catho, com 900 mil pessoas em mais de quatro mil cidades brasileiras, as médias salariais para trabalhadores com diferentes níveis de conhecimentos em línguas como inglês e espanhol é enorme. “O profissional deve estar focado em seu objetivo e pensar sempre adiante. Não é tempo para desanimar, pois a concorrência é gigante e atropela. Neste momento é importante lembrar-se das teorias de coaching e aplicá-las constantemente dentro de sua rotina. Com foco, organização e diferenciais curriculares a chance de se conquistar um emprego cresce consideravelmente”, finaliza o especialista.