Encantos do Comércio

Tradicional e histórico, Comércio passa por revitalização e ganha novos pontos

Recentemente, o local passou por revitalizações em pontos importantes, ganhou novos espaços e tem atraído ainda mais visitantes

Especial de Conteúdo
- Atualizada em
Oferecimento
O bairro do Comércio tem grande importância na história de Salvador. Era lá o ponto de entrada para a cidade e foi o primeiro bairro de negócios organizado do país. Com o crescimento de outros pontos comerciais na capital, o bairro perdeu a exclusividade, mas não o encanto. Recentemente, o local passou por revitalizações em pontos importantes, ganhou novos espaços e tem atraído ainda mais visitantes.
Foto: Igor Santos / Secom
Uma das ruas movimentadas do bairro, a Miguel Calmon, foi totalmente requalificada pela prefeitura de Salvador no último mês de setembro. Agora, a via tem um novo mobiliário urbano e uma ciclovia de 1,1 km - desde a região do Mercado Modelo até a entrada do Plano Pilar.

Em 2018, o da prefeitura, o 'ReComércio', também possibilitou o início da revitalização das praças Visconde de Cayru, Inglaterra e Riachuelo. A Praça da Inglaterra, por exemplo, ganhou piso compartilhado, semelhante aos implantados em bairros turísticos como Barra e Rio Vermelho.

A Praça Marechal Deodoro começou a ganhar melhorias visando maior qualidade do equipamento para o uso dos soteropolitanos e turistas. Serão colocados mobiliários urbanos, como bancos e lixeiras, além de elementos de segurança como guarda-corpo e balizadores. Toda a área verde da praça receberá tratamento paisagístico, e o comércio formal e informal que hoje atua no espaço será ordenado de forma a facilitar a circulação de pedestres.

Um ponto turístico diferente
Em setembro, o Comércio passou a receber as novas sedes da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), na Rua da Argentina, e da Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resilência (Secis), na Rua da Grécia. E essa última tem um atrativo especial: o prédio é verde e conta com pelo menos 10 espécies de vegetais plantados em caqueiros que enfeitam toda a frente do edifício.

Reabertura do cinema
Depois de sete anos inativa, a Saladearte do MAM (Museu de Arte Moderna da Bahia) foi reaberta em julho, com uma sala com 103 lugares, além de uma lojinha e um café. Até o próximo ano está previsto o lançamento de um píer e um restaurante no local, que integram a segunda etapa da revitalização.
Foto: Divulgação / Porto Salvador Eventos
Mais eventos
O Porto Salvador Eventos, espaço na Avenida da França com capacidade para receber diversos tipos de eventos, movimenta ainda mais o bairro. O local conta com estrutura para shows, eventos corporativos, palestras, cursos, seminários, almoços executivos, brunch, confraternizações, coffee break, até casamentos, aniversários e formaturas.