Teatro

26ª edição do Prêmio Braskem de Teatro homenageia Jorge Amado; veja ganhadores

Evento aconteceu na noite da última quarta-feira (15), em Salvador

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Em sua 26ª edição, o Prêmio Braskem de teatro celebrou os artistas baianos na última quarta-feira (15), no Teatro Castro Alves, e premiou os melhores espetáculos, diretores, atores, atrizes e textos baianos. A baianidade, a negritude, a diversidade e a resistência foram pontos celebrados na noite da premiação, que contou com homenagem ao escritor Jorge Amado, onde personagens como Gabriela, Dona Flor, Maria Machadão e Vadinho se revezaram em esquetes de teatro e dança durante a entrega do prêmio para os vencedores.

O diretor do 26º Prêmio Braskem de Teatro, Luiz Marfuz, afirmou que a Bahia é um grande berçário nacional na área artística. “Temos Glauber Rocha, Caetano, Maria Bethânia, Gil, e também a grandeza cultural de Jorge Amado, um símbolo que reúne um conjunto de atitudes e possibilidades importantes para nós que somos artistas da cena. É um romancista que exerce um fascínio muito grande nos artistas de teatro e de cinema”.

Confira os vencedores do 26º Prêmio Braskem:

Espetáculo Adulto: Por que Hécuba?
Espetáculo Infantojuvenil: O Mundo Das Minhas Palavras
Espetáculo do Interior da Bahia: O Teatro é de Cordel (Jequié)
Direção: Luis Alonso (Teatro La Independência)
Ator: João Guisande (Esse Amor e Retratos Imorais)
Atriz: Evelin Buchegger (Teatro La Independência)
Texto: Gil Vicente Tavares, (As Tentações de Padre Cícero)
Revelação: Bárbara Lais (pela atuação em Jackie - A do Mal ou Nem Tudo é O Que Parece)
Categoria Especial: Luciano Bahia (pelo Conjunto das Direções Musicais de 2018)


Fotos: Fernando Vivas/GOVBA