Música

Alinne Rosa fala sobre desejo de voltar ao Campo Grande e planeja trio sem cordas

Em entrevista ao iBahia, ela explicou a mudança do 'Chá da Rosa', que saiu do 'Largadinho' e agora vai desfilar pelo 'Eu Vou'

Keyla Pereira* (keyla.pereira@redebahia.com.br)
- Atualizada em

O Carnaval ainda não chegou, mas a cantora Alinne Rosa já deixou claro que está preparada para o evento. Em conversa com o iBahia, a artista explicou a mudança do 'Chá da Rosa', que saiu do 'Largadinho' e agora vai desfilar pelo 'Eu Vou', contou as novidades que está preparando para os ensaios de verão fora da Bahia e também sobre o DVD e mais recente trabalho, 'País da Fantasia'.

Ensaios de verão dentro e fora de Salvador
Quem mora em Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro vai poder matar a saudade do Axé. Isso porque Alinne Rosa vai realizar em cada um destes locais seu ensaio de verão, dando ao público uma prévia do que vai acontecer na avenida em fevereiro. Os soteropolitanos podem ficar tranquilos, porque a artista também vai realizar um show especial na Boate Zero, localizada no Rio Vermelho. "Escolhi os lugares centrais - São Paulo, Belo Horizonte e Rio do Janeiro - porque foram lugares importantes que acompanhamos no ano passado e que as pessoas vieram passar o Carnaval em nosso bloco. E Salvador é minha casa, vou tocar em meu bairro, no Rio Vermelho", contou.

Casas de show em falta
Encontrar uma casa de show que agrade ao público e ao artista, por sinal, tem se tornado uma tarefa difícil. A cantora também não nega essa dificuldade: "procurei muitos lugares legais para poder tocar, mas às vezes não dava certo por causa do barulho ou não tem uma estrutura legal. Então vamos nos adequando. Eu já toquei na Zero, ele é pequeno, mas é desse jeito intimista que eu gosto. Às vezes criamos uns ambientes, mas não é sempre que encontramos lugares diferentes".

Alinne no 'Xupisco'
Além dos shows, Alinne Rosa também vai marcar presença no Bloco Xupisco, que é realizado antes do Carnaval iniciar. "Eu sempre quis fazer algo antes do Carnaval porque eu gosto dessas coisas livres. O Xupisco é um bloco de fanfarra, que toca sem cordas, e eu gosto desse clima. Vou fazer a chegada deles no camarote, vai ser em um clima bem carnavalesco. E como algumas pessoas chegam na cidade antes do Carnaval, acredito que vai ter não só soteropolitanos, mas também turistas", conta.

Carnaval, saída do 'Largadinho' e Claudia Leitte
Uma das novidades deste ano é que o 'Chá Rosa' não vai desfilar no horário do Bloco Largadinho. Quem for conferir Alinne na avenida vai encontrá-la no lugar do 'Eu Vou'. "Para sair em um bloco, é necessário que o dono do bloco queira e não conseguimos repetir essa saída neste ano, no Largadinho, e então procuramos o Eu vou, que tocamos muitos anos", explica.

Além da transição, Alinne também vai tocar no Carnaval no mesmo dia que a artista Claudia Leitte. Questionada se existe uma espécie de receio em dividir o dia com a loira, já que a maior parte do público de ambos os blocos é composta pelo folião LGBT, a baiana ponderou: "tem público para todas e não há essa situação de fazer no mesmo dia para competir, aconteceu de ser no mesmo dia".

Vai para a pipoca, Alinne?
Estar no meio do povo, cantando axé e exalando dendê: esse é o desejo de Alinne Rosa para o Carnaval. A cantora está negociando com a prefeitura a liberação para que possa tocar na pipoca em 2017. "Em 2016, saí na pipoca pela primeira vez e neste ano estou tentando repetir a dose e tenho certeza que vai ser massa novamente. Quis repetir o Bloco Chá porque foi um sucesso e sei que este ano vai ser, mas também quero sair na pipoca e estar perto do povo. Além disso, quero sair no Campo Grande porque é um circuito que está meio esquecido e eu gosto muito. Lá tem aquele toque baiano. Estou negociando para tocar nos dois circuitos", conta, se referindo também à Barra.

O corpo fala, o figurino também!
No Carnaval 2016 Alinne Rosa deixou claro em seu figurino o que queria dizer à sociedade: "Meu corpo, minhas regras". A atitude gerou burburinhos, críticas e também aceitação de quem concorda com o pensamento da cantora. Agora, os críticos e os fãs estão no aguardo de como ela vai vir no Carnaval deste ano, mas por enquanto o que paira é o suspense: "sempre é algo chocante, escolho minhas fantasias com algum recado. Ainda não posso dar detalhes sobre o que irei vestir".

"Eu amo comer (risos)", foi o que Alinne disse quando o iBahia quis saber sobre a dieta para o período carnavalesco. Todo mundo quer dicas do que a artista faz para manter o corpo em ótimas condições e ela não negou que é "gente como a gente": "estou tentando uma dieta, mas foquei em outras coisas. Próximo do Carnaval, eu seguro mais, mas esse ano não tive essa dedicação. Irei para o Carnaval com esse corpo aqui". E que corpo!

País da Fantasia
Em abril de 2016, Alinne gravou seu primeiro DVD solo com novo visual e músicas novas. Os fãs puderam ver um novo perfil da artista. Sobre o novo trabalho, a baiana tem sido elogiada por onde passa. "Tenho recebido muitos elogios não só dos fãs, mas de artistas também. Fiz algo de forma bem despretensiosa: no meu bairro (Rio Vermelho), utilizei materiais recicláveis. A reação das pessoas me deixou muito feliz, falando do palco, das músicas. Eu não investi em coisas tecnológicas e fiquei feliz em ver que entenderam meu recado. Foi um trabalho que eu me envolvi muito e minha equipe também, fui lá de madrugada até para pintar o palco, tinha um pedaço de mim ali".

*Sob orientação e supervisão do repórter Guinho Santos