Teatro

Auristela Sá terá homenagem póstuma no Dia Mundial do Teatro

Com participação de Juliana Ribeiro e diversos convidados, o repertório inclui peças clássicas da música erudita, brasileira e latino-americana

Henrique Brinco (henrique.brinco@redebahia.com.br)
Auristela Sá começou a carreira no Bando em 1994 fazendo o espetáculo Bai Bai Pelô, com direção e texto de Márcio Meirelles. O diretor e a artista se encontraram quando ela estudava na Escola de Teatro da Ufba.


Em 'Concerto para Auristela', o premiado músico e professor costarriquenho, Mario Ulloa, convida o violonista Vladimir Bonfim e alunos da Escola de Música, como Gilson Santana e Hebert Pereira, para interpretarem obras clássicas do repertório erutida. O evento acontece nesta quarta (27), às 20h, no Teatro Vila Verlha.


Veja também:

Vivadança 2013 contará com espetáculos nacionais e internacionais; veja programação


A cantora e compositora baiana Juliana Ribeira também faz participação especial no evento, idealizado pelo Bando de Teatro Olodum. Na lista, estão canções do compositor alemão Johann Sebastian Bach (1685-1750), do baiano Dorival Caymmi (1914-2008), dos espanhóis Manuel Ponche (1882-1948) e Isaac Albéniz (1860-1909), entre outras peças, numa linguagem contemporânea e bem autoral.


O evento faz parte das comemorações ao Dia Mundial do Teatro e celebra os atores e atrizes que fizeram história, personalidades célebres dessa arte, a exemplo de Auristela Sá, que, como grande parte do elenco do Bando, tem uma trajetória emblemática em várias fases e espetáculos do grupo. A atriz faleceu no dia 12 de março deste ano.


Concerto para Auristela
Atrações -  Mario Ulloa,  Vladimir Bonfim e alunos da Escola de Música, além da participação de Juliana Ribeiro

Data – Quarta-feira (27 de março), às 20h

Local - Sala Principal do Teatro Vila Velha

Valores - R$ 30 e 15