TV

BBB 20: namorada de Lucas acredita que brother fica na casa

Juliana Xavier tem esperanças de que seu namorado continue na disputa por R$ 1,5 milhão

Ricardo Rigel e Luana Santiago, da Agência O Globo
Embora Lucas seja apontado como o próximo eliminado do ''Big Brother Brasil 20'' nas redes sociais, Juliana Xavier tem esperanças de que seu namorado continue na disputa por R$ 1,5 milhão após o paredão da próxima terça-feira. O brother disputa a permanência na casa com Victor Hugo e Babu Santana.

— Não elimino as chances do Lucas ficar na casa. Recebemos muitas mensagens de apoio e pessoas comentando o quanto se diverte com o Lucas e seu perfil competidor — afirma ela, que encara a presença de Victor Hugo na paredão como uma chance do louro ficar mais tempo no jogo: — Lucas se mostrou sincero, verdadeiro, sem julgamentos e sem leva e traz. Além disso, está sendo muito competidor e ativo. Ele movimenta alguns atritos. Todos esses fatores podem favorecer ele em relação ao Victor Hugo nos votos.
Por isso, a torcida de Lucas está focada em tirar o psicólogo. — A torcida está se posicionando a favor da saída de Victor Hugo. Estão muito unidos com nós, da família. Estão votando e se dedicando muito para fazer o possível para o Lucas continuar na disputa.
Caso Lucas permaneça no reality, Juliana acredita que o jogo passará por algumas mudanças. — Se ele ficar na casa acredito que o jogo vai ter que mudar um pouco, apesar de achar difícil enquanto elas (as mulheres da casa) não eliminarem a maioria dos participantes homens. Mas o Lucas voltaria muito forte e iria com mais garra para a competição.
Enquanto isso, a moça vai lidando com a distância — uma condição que, segundo ela, não é inédita no relacionamento que já dura oito anos. — Esta não é a primeira vez que estamos ficando longe. Há oito anos, no início do nosso namorado, Lucas morou por oito meses nos Estados Unidos. Conversávamos todos os dias pelo telefone. Já em 2017 Lucas foi fazer um intercâmbio no Canadá, onde ficou por dois meses. A novidade com o ''BBB'' é não haver comunicação nenhuma, então dá muita saudade — conta.
Quanto ao ciúme, Juliana se garante: apesar do namorado ter se aproximado bastante de Mari Gonzalez na casa, ela afirma não ter se sentindo ameaçada pela moça, que é namorada do ex-BBB Jonas: — Desde o inicio o Lucas sempre teve muito mais amigas mulheres do que homens. Na faculdade, ele era o único homem do curso inteiro. Na pós-graduação foi a mesma coisa. Hoje, no trabalho, ele O trabalho hoje em dia atende só mulheres, ficaria difícil controlar toda essa vida se eu tivesse ciúmes. Para mim, a relação do Lucas com a Mari não foi interesse amoroso nem de jogo. Foi uma questão de amizade, justamente pelo histórico dele de amizade com mulheres. Ele se identificou com ela por já conhecer seu trabalho aqui fora e, também, por já ter uma proximidade com o estilo de vida mesmo, de malhar. Não tive ciúmes dela em momento algum, inclusive estou louca para conhecê-la aqui fora.
Apesar da confiança no amado, Juliana conta que continua recebendo mensagens sobre a infidelidade de Lucas no ''BBB''. — Eu venho recebendo muitos comentários nas redes sociais. Enquanto uns são positivos, outros são de pessoas gente querendo julgar nosso relacionamento. Dizem para mim que Lucas foi infiel lá dentro, o que não aconteceu. Isso me chocou bastante porque noventa por cento desses comentários foram de mulheres. Estamos em um momento em, que se fala muito sobre sororidade, mas não percebi isso acontecendo comigo — desabafou ela, que ainda garantiu não ter identificado atitudes machistas do namorado no ''Big Brother Brasil 20'': — O Lucas não é machista. Ele nunca teve nenhuma atitude aqui fora que mostrasse isso, assim como não está sendo machista na casa. Os fatos que aconteceram mostram que ele gosta muito de falar tudo que que pensa, é muito sincero e não mede a questão da repercussão justamente por não estar acostumado com as câmeras.
O impulso de falar o que lhe vem à cabeça, aliás, é o que Juliana acredita que ele deve maneirar: — Acho que eu aconselharia ele a pensar um pouco antes de falar, medir um pouco as consequências do que ele vai comentar.