TV

BBB 20: Pai de Felipe Prior se entristece por ver filho brigando: 'Está à flor da pele'

Para o pai do brother do "BBB20", Felipe não compactuou com as atitudes dos outros homens no que ficou conhecido como "teste da fidelidade"

Por Leonardo Ribeiro, da Agência O Globo

No "Big Brother Brasil 20", Felipe Prior não digeriu bem a divulgação de informações externas na casa com a chegada de Daniel e Ivy. Tanto é que na última festa do líder, na madrugada do dia 6, o arquiteto teve uma conversa acalorada com Bianca Andrade (Boca Rosa) e discutiu com o novo morador da casa, com Guilherme, Gizelly e Flayslane.

Foto: reprodução

— É bom lembrar que o Felipe não ficou abalado com a entrada de novos participantes, mas sim, com a injustiça. Estão o acusando de algo que ele não fez. Por ele ser amigo dos outros meninos, o colocaram no mesmo pacote. Passaram a crucificá-lo e é claro que isso o abalou. Eu, como pai, me choca, e fico triste, ao vê-lo sofrendo. Porque ele é um menino que também tem muitas virtudes e ele só quer manter a verdade — diz Edmir Prior, pai de Felipe, que se entristece com as brigas: — Felipe está à flor da pele. Misture ainda na conta que ele está confinado e sem ter com quem dividir os sentimentos...



Para o pai do brother do "BBB20", Felipe não compactuou com as atitudes dos outros homens no que ficou conhecido como "teste da fidelidade".

— Meu filho negou todas as vezes. E brincadeiras, como esta, não concordamos e nunca surgiram na minha casa. Eu sou meio ignorante no conhecimento total do que é o feminismo, mas imagino que ele tenha surgido em função de muitas mulheres sofrerem, serem agredidas e, obviamente, não compactuamos com nenhuma violência contra elas. Assim como nunca foi tolerado qualquer outro tipo de preconceito — frisa.

O arquiteto só queria entender do que estava sendo acusado.

— Quando a Ivy contou, mais ou menos o que estava acontecendo, até deu um certo acolhimento para ele. Porque até então, Felipe não sabia do que estava sendo julgado.

E, por mais que entenda o ditado "diga com quem tu andas e direi quem tu és", Edmir Prior acredita que o confinamento se torna um complicador para fugir de determinadas situações.

— Fora da casa, onde Felipe tem para onde correr, ele sempre soube separar amizades de conhecidos. Ali dentro do reality é uma convivência bem diferente. E sou totalmente a favor dele fazer novas amizades, o problema é que não depende só dele. Coloque-se no lugar do meu filho: chegou um rapaz da rua (Daniel, que saiu da Casa de vidro), e quando Felipe foi cumrpimentá-lo, o novo confinado virou a cara. Vamos ver como serão os próximos dias. Realmente, tudo pode mudar.