TV

BBB20: Ministério Público pede abertura de inquérito para apurar apologia à zoofilia

Os confinados conversaram na piscina da casa do reality show sobre o assunto e irritaram fãs do programa

Por Leonardo Ribeiro, da Agência O Globo

 O Ministério Público pediu nesta terça, dia 4, em caráter de urgência, a abertura de inquérito na 32ª DP (Taquara) do Rio de Janeiro para apurar denúncias de apologia a maus tratos animais e zoofilia supostamente praticados por Mari Gonzalez e Felipe Prior durante uma conversa no "Big Brother Brasil 20".

Foto: reprodução
"A 19ª Promotoria de Investigação Penal, da 1ª Central de inquéritos no MPRJ, recebeu hoje a ouvidoria pertinente ao assunto e encaminhou para a 32ª DP para instauração de Inquérito Policial, com a máxima urgência", diz o MPRJ em nota.

Os confinados conversaram na piscina da casa do reality show e irritaram fãs do programa. A digital influencer disse que é "anormal" para eles sentirem atração por animais, mas tem gente "que sente tesão" e, por isso, "está tudo bem se quiserem" ter relações sexuais com os bichos. Já o arquiteto relembrou casos que ouviu sobre zoofilia.



"Os peões da obra em que trabalho já falaram que no Nordeste isso é normal. O meu funcionário 'comia' cabra. Ele conta", disse Felipe.