Artes e Exposições

Casa onde morou Jorge e Zélia reabre dia 14; ingresso será R$ 20

As visitas à Casa do Rio Vermelho ocorrerão às sextas, sábados e domingos, das 10h às 17h

Da Redação (agenda@portalibahia.com.br)
- Atualizada em


A casa onde os escritores Jorge Amado e Zélia Gattai viveram juntos por 38 anos, no bairro do Rio Vermelho, será aberta como museu para visitação pública no próximo dia 14. As visitas à Casa do Rio Vermelho — Jorge Amado e Zélia Gattai, como o imóvel passa a ser chamado, ocorrerão às sextas, sábados e domingos, das 10h às 17h. A taxa de entrada é de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).


Alunos e professores de escolas públicas terão entrada gratuita. Em dezembro, o período de visitação passa a ser de quinta a domingo. A casa será inaugurada na próxima sexta-feira em cerimônia para convidados. O prefeito ACM Neto, a atriz Sônia Braga e a cantora Margareth Menezes estarão presentes no evento. Depois de passar 11 anos fechada, a casa, que passou por reformas, oferece aos visitantes a possibilidade de conhecer a vida dos escritores e suas obras a partir de uma imersão na casa onde viveram e através de objetos pessoais, como a máquina de escrever utilizada por Jorge.


Os visitantes também poderão ver lembranças de viagens, ouvir gravações das conversas do casal e assistir vídeos de personalidades lendo trechos de livros escritos por Jorge e Zélia. Para Gringo Cardia, arquiteto responsável pelo projeto, a casa passa a ser uma mistura entre a obra e a vida do casal. “É uma casa mágica. Em vários aspectos, reúne a dimensão familiar e profissional de Jorge. A ideia foi tornar o ambiente o mais fiel possível da época que o casal morava lá”, disse Cardia, que trabalhou com mais de dez pesquisadores.Matéria original Correio24horas:

Casa onde morou Jorge e Zélia reabre dia 14; ingresso será R$ 20