Séries

Cinco séries não óbvias que retratam casos de família

Conheça dramas e comédias não tão populares (porém muito bem avaliados) e que surgem em séries já finalizadas que focam no dia a dia das mais diferentes famílias da televisão americana

Por Vanessa Brunt e Stephanie Vasques, do Não Óbvio

Não é de hoje que as temáticas familiares são um dos gêneros favoritos no mundo do

entretenimento. Algumas das séries mais famosas que focam no dia a dia de algumas famílias fictícias são: Jane The Virgin; Três é Demais (e seu spin-off Fuller House); Modern Family; Gilmore Girls; Todo Mundo Odeia o Chris; Um Maluco no Pedaço; Eu, a Patroa e as Crianças; Os Feiticeiros de Waverly Place; e Boa Sorte Charlie.

Pensando em quem já (re)assistiu todas as citadas acima e procura por outros títulos semelhantes para maratonar, o NÃO ÓBVIO preparou uma lista com séries não tão populares assim para os brasileiros, mas que são adoradas pelo mundo e que exibem os dramas e as alegrias das mais variadas e únicas famílias do showbiz. Confira:

☌ Veja mais séries do gênero na matéria: 10 séries da Netflix com protagonistas pretos para entender mais o racismo. 

1. Six Feet Under (A Sete Palmos)



 Produzida pelo canal americano HBO e vencedora de diversos prêmios importantes no Emmy e no Globo de Ouro, a série foca na família Fisher, conhecida por gerenciar uma funerária em Los Angeles.

Com metáforas e analogias, o drama apresenta a morte nos ângulos mais profundos, tratando não apenas do lado literal, mas também das ‘mortes que temos enquanto vivemos‘.

Utilizando de ângulos pessoais, religiosos e filosóficos, a trama mostra cada membro da família lidando com temas como infidelidade, sexualidade e autoconhecimento em geral.

Cada episódio já começa impactando com um falecimento — e por consequência, com um novo cliente da funerária. Esta morte, geralmente, dá o tom de cada episódio, permitindo aos personagens refletirem sobre as suas vidas e infortúnios, baseando-se na ida do cliente e suas consequências.

Para quem aprecia séries como Grey’s Anatomy, esta é a pedida ideal.

☌ Onde assistir: HBO GO
☌ Gênero: Drama/Comédia
☌ Número de temporadas: 5 (finalizada)
☌ Lançamento: 2001
☌ Elenco: Michael C. Hall, Peter Krause, Lauren Ambrose

2. Raising Hope



Jimmy Chance é um jovem de 23 anos que ainda vive com a família, na pequena cidade de Natesville, sem qualquer futuro em mente. Certo dia, ele descobre que Lucy, a menina em que acabou de conhecer e passar a noite, é uma criminosa fugitiva e condenada à morte.

Mas se ele achava que a sua vida não poderia piorar, ele se vê completamente enganado ao descobrir que Lucy engravidou dele e deu a luz à uma linda menina chamada Hope. Ele, então, recebe a guarda da bebê e pede ajuda à sua família por não saber como criá-la. Porém, a sua família também não sabe.

Assim, a trama retrata essa nova e desafiadora rotina dos Chance com muito humor leve e momentos (in)comuns na vida de qualquer casa. E, apesar de muito criticada e amada pelos telespectadores, foi finalizada na quarta temporada com um episódio duplo devido à não-renovação da emissora.

☌ Onde assistir: Hulu
☌ Gênero: Comédia/Sitcom
☌ Número de temporadas: 4 (finalizada)
☌ Lançamento: 2010
☌ Elenco: Lucas Neff, Martha Plimpton, Shannon Woodward

3. Chesapeake Shores



Baseada na série de livros de mesmo nome escrita por Sherryl Woods, sua história gira em torno de Abby, uma mãe divorciada de filhas gêmeas que possui uma carreira de sucesso em Nova Iorque. Sua vida corre bem até que recebe um telefonema desesperado da sua irmã, Jess, que precisa de ajuda para salvar o negócio da família O’Brien: uma encantadora pousada em sua cidade natal, também construída pelo seu pai, chamada Chesapeake Shores, em Maryland.

Sua visita ao local traz reencontros marcantes que a fazem reviver algumas lembranças esquecidas entre seu pai e avó, e principalmente com Trace, o seu antigo namorado de escola que foi deixado por ela quando saiu da cidade. Assim, percebe que a sua vida a afastou das pessoas mais importantes da sua vida e considera retornar à pequena cidade numa mudança permanante.

☌ Onde assistir: Netflix
☌ Gênero: Drama
☌ Número de temporadas: 4 (5ª temporada estreia em 2021)
☌ Lançamento: 2016
☌ Elenco: Laci Mailey, Jesse Metcalfe, Emilie Ullerup

4. The Fosters



Os Fosters são uma família formada por duas mães — uma policial divorciada e uma vice-diretora escolar, um filho biológico e um casal de gêmeos adotivos. Um certo dia, suas vidas cruzam com a de uma adolescente e resolvem acolhê-la, sem saber que ela é bem difícil de lidar e tudo o que a interessa é em salvar o seu irmão mais novo que também vive em um lar adotivo, porém sofre maus tratos.

Seus episódios trazem temas reais com um cotidiano que envolve desafios e conquistas. Além disso, tem apenas a famosa cantora e atriz Jennifer Lopez como Diretora Executiva. Apesar de finalizada, o sucesso da série foi tanto que ganhou um spin-off (série derivada do mesmo ambiente) chamado Good Trouble, que já possui três temporadas.

☌ Onde assistir: Amazon Prime Video
☌ Gênero: Drama
☌ Número de temporadas: 5 (finalizada)
☌ Lançamento: 2013
☌ Elenco: Teri Polo, Sherri Saum, Jake T. Austin

5. Marlon




Baseada na vida do famoso ator, comediante, roteirista e produtor Marlon Wayans, a série foi encomendada pela Netflix como a promessa de ser o mais novo sitcom de sucesso da plataforma. Na trama, ele interpreta um pai recém-divorciado que tenta manter uma boa relação com a ex-esposa, mesmo que tenham personalidades totalmente opostas, para dividir a criação dos seus dois filhos, Marley e Zack.

Os episódios então trazem uma rotina muito bem humorada com momentos de perrengue, troca de farpas, conselhos falhos e momentos em família que rendem muitos vídeos para o canal do YouTube de Marlon, além de tocar com leveza em assuntos importantes que giram em torno dos protagonistas. Quem curte sitcom com características mais clichês certamente se prenderá à série.

☌ Onde assistir: Netflix
☌ Gênero: Comédia/Sitcom
☌ Número de temporadas: 2 (finalizada)
☌ Lançamento: 2017
☌ Elenco: Marlon Wayans, Essence Atkins, Notlim Taylor, Amir O’Neil

*Conteúdo divulgado em parceria com o site Não Óbvio