TV

Comadre de Danrley, do 'BBB 19', já planeja baile funk se o brother vencer

Até uma fã que não costumava acompanhar o reality encontrou motivos para ligar a TV no horário

Agência O Globo

Com a estreia do “BBB 19”, hoje à noite, Danrley conhecerá a casa onde pode ter a chance de morar por três meses. Enquanto isso, sua humilde residência na Rocinha vai virar ponto turístico e de concentração de torcida. Na favela, familiares e amigos estão movimentando a vizinhança para todo mundo dar aquela espiadinha.

Foto: Divulgação | Amanda Pinheiro

— Queremos fazer uma minifesta para ver a estreia do programa. Depois, pretendemos nos reunir sempre em algum lugar pra torcer por ele. Só sei que, se ele ganhar, tem que ter o baile do Danrley, com bastante funk, porque ele gosta muito. Temos que fechar a quadra da Acadêmicos da Rocinha para o morro todo descer — planeja a comadre do brother Amanda Gomes, que leva a filha Helena, de três meses, afilhada dele, para torcer junto.

Até uma fã que não costumava acompanhar o reality encontrou motivos para ligar a TV no horário.

— O programa tem que colocar pessoas que realmente querem o prêmio e não querem só mídia. Danrley merece estar ali. Ele é tranquilo, humilde e tem minha torcida. Estou falando com todo mundo do meu trabalho para assisti-lo: as babás, patroas, o pessoal da igreja… — diz Maria Cristina, que é evangélica e tem feito orações para o amigo vencer o programa.

Foto: Divulgação

A região em que Danrley mora é conhecida como “Zona da morte”. Do início da Rocinha até lá, é preciso subir ao alto do morro, passar por vielas, um beco e uma escadaria. A construção fica próxima a um valão. As motos não chegam ao local. Talvez por isso, o brother já saiba como vai gastar parte do prêmio, caso saia vencedor e leve o prêmio de R$ 1,5 milhão.

Foto: Divulgação | Amanda Pinheiro

“Quero dar uma vida melhor para os meus pais. Nesse período, vou me mostrar para as pessoas, sempre enaltecendo a comunidade onde nasci, a Rocinha”, disse o jovem de 19 anos ao site oficial do programa.

A casa em que ele vive com os pais é simples, com cinco cômodos, uma laje e algumas paredes ainda no cimento. Já as da sala são ornamentadas com os quadros em preto e branco que mostram as vitórias de Danrley nas corridas de rua. E é ali que está a TV em que a família ficará de olho no reality.

No quarto do vendedor de picolé e estudante de Biologia, o que também brilha são as dezenas de medalhas, fruto do desempenho como atleta e também como estudante.

Devido à repercussão das dificuldades financeiras pelas quais o jovem já passou, a família do confinado afirma que já recebeu ofertas de doações e até de permuta.

— Recebemos propostas para sorteio de celular, propaganda, mas não aceitamos. Vamos deixar para o Danrley decidir quando sair. — diz Milena Ferreira, irmã do novo BBB.

Foto: Divulgação | Amanda Pinheiro