Música

De graça, Festival Combina MPB pode ganhar mais uma edição ano que vem

Evento segue até domingo reunindo mais de 30 artistas em apresentações coletivas e gratuitas

Marília Moreira, do Correio 24h

O Festival Combina MPB, que segue até domingo reunindo mais de 30 artistas em apresentações coletivas e gratuitas no Wet'n Wild, pode ganhar mais uma edição ano que vem. Segundo Flora Gil, responsável pela organização do evento, a expectativa é que ele entre para o calendário de Salvador. "Não sei se continuará em dezembro, que é um mês com muitas festas, muita música. Talvez outubro seja um mês mais feliz".

Foto: Arisson Marinho/CORREIO
Em entrevista coletiva concedida após o primeiro show - que reuniu Pretinho da Serrinha, Roberta Sá, Maria Rita e Mariene de Castro -, a empresária fez um balanço positivo do evento, que deve reunir até domingo cerca de 120 mil pessoas (40 mil por noite).


"Gosto de fazer eventos, eventos que não tenha cobrança de ingressos. É um facilitador para a produção e para o público. Pensei muito antes de decidir se seria gratuito. Pensamos em distribuição de senha, troca por alimento não perecível. Mas estou muito satisfeita com a escolha", contou.

Segundo a empresária, apesar das mais de 30 atrações de peso e dos três dias de festival, o evento pode ser classificado como "barato". O orçamento estimado em menos de R$ 5 milhões é realizado pela Expresso 2222 Produções e pelo Ministério da Cultura, e contou com patrocínio do Bradesco, CCR Metrô Bahia, Ambev e Governo do Estado.