Música

De 'Open bar' ao novo disco de Lady Gaga: a trajetória de Pabllo Vittar

Brasileira é a drag mais seguida do mundo, com 12 milhões de seguidores: por que Pabllo Vittar está no disco de Lady Gaga

Agência O Globo
- Atualizada em

Chega, nesta sexta-feira (3), em todas as plataformas digitais o terceiro álbum de remixes de Lady Gaga, "Dawn of Chromatica", nova versão do disco "Chromatica" (2020).  A produção está cheia de participações especiais e uma delas é da brasileira Pabllo Vittar na música “Fun Tonight”. Nesta quinta-feira (2), o produtor de Gaga, Bloodpop, elogiou a drag queen em resposta aos agradecimentos dos fãs de Vittar pela participação no lançamento: “Pabllo Vittar é uma estrela”, escreveu no Twitter.

Tudo começou em abril de 2021, quando Bloodpop pediu a opinião de seus seguidores no Twitter sobre quais artistas eles gostariam de ver no novo álbum de Lady Gaga e o nome de Pabllo Vittar foi mencionado pelos fãs. Depois de curtir algumas respostas com o nome da artista, resolveu segui-la nas redes sociais.

“Suponhamos… quais artistas vocês gostariam de ver em uma versão remix de ‘Chromatica’ (e quais músicas)?”, disse.

A confirmação da participação de Vittar em "Dawn of Chromatica" veio em agosto e a assessoria de imprensa da cantora disse que ela vai trazer muita influência de ritmos brasileiros ao remix.

Para chegar até Lady Gaga, a carreira da drag queen mais seguida no mundo — são 11,9 milhões de seguidores no Instagram — passou por conquistas e quebras de paradigmas. Por isso, O GLOBO separou momentos cruciais que ajudaram a levar Pabllo Vittar até a “Mother Monster”. 

Em outubro de 2015, Pabllo Vittar estourou com a música “Open bar” e o clipe do single, hoje, acumula 74 milhões de visualizações no Youtube. O samba-pop é uma versão de “Lean on”, do Major Lazer — grupo de música eletrônica que, dois anos mais tarde, faria uma parceria com Vittar e Anitta. O sucesso foi tanto que rendeu à Pabllo um convite da Globo para integrar a banda do programa “Amor & sexo” — apresentado por Fernanda Lima.

Em janeiro de 2016, Pabllo Vittar estreou como vocalista da banda do programa da Globo, “Amor & Sexo”. Ao som de “Sexual healing”, de Marvin Gaye, Vittar desceu as escadas do cenário. Além disso, a artista cantava durante as transições dos quadros e entradas e saídas dos blocos. Esse foi só o começo e o próximo ano reservava uma virada na carreira da drag queen.

Um ano após sua estreia na TV, Pabllo Vittar lançou seu primeiro álbum: “Vai passar mal”. As nove músicas têm, somadas, 285.034.124 de plays no Spotify e está recheado de hits como “K.O”, “Corpo sensual” e “Indestrutível”.

No segundo semestre de 2017, Anitta e Pabllo Vittar se juntaram ao grupo de música eletrônica Major Lazer, formado por Diplo, Walshy Fire e Ape Drums, e lançaram o single “Sua cara”, que bateu recorde de visualizações no YouTube em 24 horas. O vídeo foi o mais rápido a bater a marca de um milhão de likes, superando produções da boyband britânica One Direction. Além disso,  o clipe chegou a 20 milhões de views em um dia e se tornou o quarto vídeo mais visto da plataforma em um dia. Hoje, o videoclipe conta com 532 milhões de visualizações no YouTube.

Dois meses depois do lançamento de “Sua cara”, Pabllo Vittar foi convidada pela cantora norte-americana Fergie a subir ao palco mundo e cantar com ela o hit. Além da música de Vittar, elas também apresentaram uma canção da ex-integrante do Black Eyed Peas, “Glamurous”. No dia anterior, a drag queen fez um pocket show em um dos stands do festival levando o público à histeria.

Em fevereiro de 2018, Pabllo Vittar foi convidada para o maior e mais concorrido baile de carnaval: o baile da Vogue. A artista não só foi convidada como também foi uma das atrações da festa, animando os convidados com seus hits.

O segundo álbum de músicas inéditas de Pabllo Vittar veio um ano e meio depois do sucesso com o disco de estreia. A produção conta com participações de Ludmilla e Dilsinho, por exemplo, e tem hits como “Seu Crime” — 35.019.842 plays no Spotify— e “Problema seu” — 47.604.054 plays no Spotify.

Um ano depois do sucesso de seu segundo álbum, a drag queen lançou seu terceiro trabalho com músicas inéditas e “quebrou a internet”. O disco virou o assunto mais comentado das redes sociais em menos de 20 minutos. No Twitter, a #PablloVittar111 ficou no primeiro lugar dos Trending Topics do Brasil. No álbum estão o “Parabéns” — depois do lançamento do clipe, Vittar passou a ser a única drag queen no mundo com cinco vídeos acima de 100 milhões de visualizações no YouTube — e “Amor de Que”, que acumula, hoje, 138 milhões de visualizações na plataforma de vídeo.

No mesmo mês em que começou a lançar as músicas de seu terceiro álbum, a revista americana Time classificou Pabllo Vittar como líder da próxima geração.

Com mais de quatro milhões e meio de ouvintes mensais no Spotify, Pabllo se tornou a drag queen mais ouvida no mundo na plataforma.

Em 2020, Pabllo ganhou o prêmio de “Homem do Ano” da revista GQ Brasil. A cantora foi eleita na categoria por sua contribuição à música pop brasileira, pela representatividade da comunidade LGBTQIA+ e pelo uso de sua voz na defesa da inclusão. Ela foi a primeira drag queen a ganhar o título.

Há quase três meses, Pabllo Vittar lançou o álbum “Batidão Tropical” e teve a maior estreia de um disco solo pop brasileiro no Spotify. Todas as músicas de seu novo trabalho entraram para o Top 50 da plataforma de streaming, com destaque para 'Triste com T', que teve mais de 673 mil streams e ficou em segundo lugar no ranking de maiores lançamentos no Brasil.

A ginasta americana Laura Zeng fez uma apresentação ao som de "Energia", uma parceria da artista brasileira com a dupla Sofi Tukker, durante sua participação nas Olimpíadas de Tóquio. Além disso, bastava o jogador de vôlei e influenciador digital brasileiro, Douglas Souza, entrar em quadra que logo o DJ da partida tocava  "Zap zum", música presente no álbum "Batidão Tropical".

Pabllo Vittar foi convidada para apresentar a quarta edição do MTV Miaw, ao lado do humorista Rafael Portugal, que acontecerá no dia 23 de setembro.

Nesta quinta-feira (2), a cantora compartilhou agenda de shows no exterior passando por cidades da América do Norte e da Europa.  Começando em 14 de setembro, a artista vai se apresentar nos Estados Unidos e no Canadá, depois deve realizar apresentações na Itália, Espanha, Inglaterra, Alemanha, França e Portugal.

Além disso, Vittar anunciou nas redes sociais que apresentará um reality show dedicado à drag queens no HBO Max ao lado de Luísa Sonza. As gravações do programa "Queen Stars" já começaram, porém ainda não há data de estreia.

Outro anúncio feito pela cantora recentemente, durante conversas com fãs no Twitter, foi um possível convite à Anitta para participar de seu quinto álbum. "Vou chamar a Anitta para o PV5. Com a Lu (Sonza) também, toda hora é hora, eu amo ela", disse a cantora em um trecho da conversa gravada por seus seguidores.