Cinema

'Depois da Chuva' será exibido na Cinemateca Francesa, em Paris

Cláudio Marques, um dos diretores do filme, ainda participará de um panorama sobre o cinema brasileiro

Redação iBahia (agenda@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
Pedro Maia, Paula Carneiro Dias e Talis Castro em 'Depois da Chuva'


O cineasta baiano Cláudio Marques representará a Bahia no evento 'Brasil! Une histoire du cinéma brésilien', na Cinemateca Francesa, em Paris, no próximo dia 21 de março, quando participará também da conferência 'Panorama du cinéma brésilien', ao lado dos cineastas Cacá Diegues e Juliana Rojas, a crítica Tatiana Monassa e a pesquisadora Gabriela Trujillo.

No dia depois do debate haverá exibição do longa-metragem 'Depois da Chuva', dirigido por Marques e Marília Hughes. Na oportunidade, os diretores também conversarão com o público sobre a produção.

"A Cinemateca Francesa é o templo máximo do cinema mundial. É uma honra que 'Depois da Chuva' conste em uma retrospectiva de toda a história do cinema brasileiro, estando ao lado de filmes fundamentais, que nos formaram, orientaram e criaram em nós a paixão pelo cinema", comentou o cineasta baiano.

Esta será a primeira exibição completa de 'Depois da Chuva', em Paris. Antes, o filme havia sido mostrado em Cannes, na versão work in progress. O longa conta, ainda, com trajetória internacional com apresentação em 12 países. O filme se passa em 1984, no período das Diretas Já, quando um adolescente  vive o despertar da consciência política e de sua sexualidade. A produção segue em cartaz em Salvador, no Espaço Itaú de Cinema (Glauber Rocha), no Cinema do Museu e no Cine Vivo.