Cinema

Dez cinebiografias e documentários não óbvios sobre brasileiros

Marcelo D2, Manoel Barros, Cássia Eller, Hebe Camargo e Oscar Niemeyer são apenas alguns dos nomes inspiradores que estão nesta lista especial. A seleção traz algumas das melhores cinebiografias e alguns dos documentários mais bem conceituados sobre artistas nacionais

Por Jorge Barretto, do Não Óbvio

Resumir a vida de uma pessoa em algumas páginas, capítulos ou minutos é uma tarefa

complexa. Quando se trata de alguém com um imenso legado, ainda mais. Porém, no Brasil, as cinebiografias são um forte braço do cinema nacional e muitas obras do gênero já foram consagradas, como é o caso da trama que apresenta as trajetórias de Pixinguinha, Erasmo Carlos e Adoniran Barbosa, interpretados por Seu Jorge, Chay Suede e Paulo Miklos. 

A primeira cinebiografia de um músico brasileiro provavelmente é Tico-Tico no Fubá, dirigido por Adolfo Celi em 1952. O filme é inspirado na vida do compositor Zequinha de Abreu, embora o seu roteiro se diferencia muito da história real de Zequinha, tomando algumas liberdades poéticas

Cantores, escritores, músicos, arquitetos e apresentadores são alguns dos artistas que tiveram suas histórias imortalizadas através de obras cinematográficas.

Para imortalizar ainda mais diversas das histórias que marcaram gerações e que inspiram profissionais e pessoas a correrem atrás dos sonhos, o NÃO ÓBVIO separou uma lista de cinebiografias especiais de variados artistas brasileiros. Confira:

1.  Legalize Já: Amizade Nunca Morre




O início da vida na música nem sempre é fácil; fazer escolhas é uma das constantes nessa realidade. Esse contexto pode ser visto na produção dirigida pela dupla Johnny Araújo e Gustavo Bonafé. O retrato da história do início da banda Planet Hamp e a vida do rapper Marcelo D2 e encontro ao acaso com Skunk, que ao poucos deram origem a uma parceria que perpassa o mundo da música e se torna uma trabalho de de cunho social e político.

O filme mostra desde o início da trajetória de D2 como vendedor até o momento que decide sair do Planet Hamp e seguir carreira solo. A história toda se passa no boêmio bairro da Lapa em 1993, na cidade do Rio de Janeiro. Foi lá onde a trama toda começou e se desenrolou.

Preconceito e desigualdade social que assolam não só o Brasil, como também o mundo, são abordados na trama. O bairro da  Lapa e, especialmente, quem o frequenta, retratam muito bem tudo isso, num contexto em que fazer rap, música que é pouco valorizada no país, ainda é um desafio.

☌ Gênero: Biografia, drama
☌ Duração: 1h35
☌ Lançamento: 2017
☌ Direção: Johnny Araújo e Gustavo Bonafé
☌ Elenco: Ernesto Alterio, Marina Provenzzano, Renato Góes, Stepan Nercessian, Ícaro Silva
☌ Nacionalidade: Brasileira
☌ Onde assistir: Globoplay

2. João: O Maestro



Um prodígio brasileiro da cena musical, que se tornou um dos maiores pianistas do país e um maestro com reconhecimento internacional, essa é a história apresentada no filme que retrata a trajetória de João Carlos Martins.

São Paulo, Uruguai e Nova York são alguns dos lugares onde aconteceram as filmagens e que mostram o início da carreira de João, que começa a tocar piano com 8 anos de idade, aos 13 já se apresentava pelo Brasil e com 18 estreou na cena internacional.

O recortes feitos vão desde momentos intimistas, como a relação com as mulheres, até o perfeccionismo com a música. No longa-metragem dirigido por Mauro Lima, a reinvenção do artista é outro ponto abordado, já que após perder o movimento das mãos, ele começa a estudar regência e se torna um dos maiores maestros do país.  

☌ Gênero: Biografia, drama
☌ Duração: 1h56
☌ Lançamento: 2017
☌ Direção: Mauro Lima
☌ Elenco: Alexandre Nero, Rodrigo Pandolfo, Caco Ciocler, AlinneMoraes, Fernanda Nobre, Davi Campolongo
☌ Nacionalidade: Brasileira
☌ Onde assistir: YouTube

3. Hebe: A Estrela Do Brasil



Trazer um pouco da história de vida de uma das maiores estrelas da TV nacional e uma das primeiras mulheres a fazer sucesso na televisão brasileira, não é uma tarefa fácil. O diretor Maurício Faria busca retratar a história da menina pobre do interior que consegue se tornar uma grande estrela, sem perder a essência de sua verdade e singularidade.

O filme tem uma divisão não linear com idas e vindas no tempo ao longo de 8 décadas. Momentos como a ditadura militar, a transição do rádio para a televisão no país e as mudanças sociais são alguns dos enredos que fazem parte do longa. Andréa Beltrão, atriz que dá vida a Hebe, encena momentos de censura, críticas machistas, ameaças e relações controladoras.

A história de uma mulher a frente do seu tempo que atravessa momentos históricos e conturbados: assim é o resumo do lomga, que também ganhou uma adaptação para televisão em uma minissérie de 8 capítulos exibida pela rede Globo.

☌ Gênero: Biografia, drama
☌ Duração: 1h57
☌ Lançamento: 2019
☌ Direção: Maurício Farias
☌ Elenco: Andréa Beltrão, Danton Mello, Marco Ricca
☌ Nacionalidade: Brasileira
☌ Onde assistir: Globoplay

4. Bingo – O Rei das Manhãs



Esse filme que é claramente inspirado na vida do intérprete do palhaço Bozo, Augusto Mendes, que fez sucesso na televisão brasileira nos anos 80, é o ponto de partida dessa obra. A frustração, os sonhos e sucesso são retratados na cinebiografia de um dos sucesso da televisão no século passado.

A grande chance de se tornar “Bingo”, o palhaço apresentador de um programa infantil na televisão, vem acompanhada do drama do sucesso sem rosto, que é mostrado no longa, pois devido a uma cláusula contratual, o homem por trás do personagem não poderia ser revelado, fato que torna Augusto Mendes um dos anônimos mais famosos do país.

Uma produção com uma fotografia bem construída que remete aos anos 80, com cenários coloridos e cenas cheias de intimismo: assim é a produção, que passeia entre drama e momentos eufóricos.

☌ Gênero: Biografia, drama
☌ Duração: 1h53
☌ Lançamento: 2017
☌ Direção: Daniel Rezende
☌ Elenco: Vladmir Brichta, Leandra Leal, Tainá Müller, Augusto Madeira
☌ Nacionalidade: Brasileira
☌ Onde assistir: Youtube

5. Flores Raras




Anos 50 no Brasil, uma poeta norte-americana, Elizabeth Bishop, e uma arquiteta brasileira, Lota de Macedo Soares, se entrelaçam em meio a um romance e uma história cheia de arte e riqueza cultural. Quebrando um tabu de retratar a história de um casal homossexual nas tela do cinemas, deixando de lado os estereótipos, o filme é bastante rico e ao mesmo tempo conturbado.

Glória Pires e Miranda Otto interpretam as protagonistas e ilustram a história da arquiteta no período de idealização e construção do Aterro do Flamengo, obra arquitetônica mundialmente conhecida, nascida do gênio delirante de Lota, e o auge da poeta em meio à cena literária brasileira.  

O plano de fundo dessa narrativa de amores e genialidade é a vida política, privada e a história brasileira do Rio de Janeiro, na década de 50. Belas cenas, aquele ar retrô e uma certo saudosismo fazem parte do universo da roteiro que leva os telespectadores ao um mundo que é particular e, ao mesmo tempo, tão conhecidos por todos, principalmente através do fatos e particularidades do período em que a trama é encenada.

☌ Gênero: Biografia, Romance
☌ Duração: 1h54
☌ Lançamento: 2014
☌ Direção: Bruno Barreto
☌ Elenco: Gloria Pires, Miranda Otto, Tracy Middendorf, Marcello Airold
☌ Nacionalidade: Brasileira
☌ Onde assistir: Now


6. Só Dez Por Cento é Mentira



O poeta Manoel Barros e sua história são os pontos principais do documentário que busca ilustrar a trajetória do autor, considerado um dos mais originais da língua portuguesa. Versos de sua obra, entrevistas com Manoel e o depoimento de conhecedores da literatura do poeta compõem o retrato da linguagem do autor e suas características.

O filme busca mostrar através da linguagem documental um pouco da história e genialidade do escritor mato-grossense, que possui mais de 20 livros publicados e  ganhou diversos prêmios literários ao longo da carreira, e traz um pouco objetividade da fala do poeta, mostrando a gênese de sua poesia.

O longa traz elementos cinematográficos que, mesmo em momentos de abstração, ilustram a beleza poética de um dos escritores mais vendidos do Brasil.

☌ Gênero: Nacional, Documentário
☌ Duração: 1h20
☌ Lançamento: 2009
☌ Direção: Pedro Cezar
☌ Elenco: Manoel De Barros
☌ Nacionalidade: Brasileira
☌ Onde assistir: Telecine

7. Cássia Eller – O filme



A dualidade que permeava a vida de Cássia Eller, que era tímida fora dos palco e explosiva e empolgante em cima deles, é um dos aspectos abordados nesse longa que mostra a cantora, mãe e mulher que se tornou um ícone dos anos 90 na cena musical brasileira. Relatos escritos pela cantora recitados e imagens de vários shows abrem a produção, que tem como diretor Paulo Henrique Fontenelle.

O filme do gênero documental busca mostrar o legado e particularidades de uma artista que deixou sua marca na cultura brasileira. Entrevistas de artistas e companheiros de jornada, como Nando Reis e Zélia Duncan, buscam traçar um perfil que passeia entre timidez, delicadeza e força. Aspectos da vida pessoal da artista também são explorados, como a polêmica que envolveu a guarda de seu filho que, após sua morte  precoce no ano de 2001, ficou com sua companheira Eugênia, e os tabus enfrentados por Cássia.

O longa tem muitos recortes emocionantes, que passeiam entre cenas tristes e eletrizantes, com momentos como quando ela canta Malandragem e O Segundo Sol, dentre outras que mostram a força e versatilidade da voz da cantora, que explora estilos como rock, samba e MPB.

☌ Gênero: Nacional, Documentário
☌ Duração: 1h53
☌ Lançamento: 2014
☌ Direção: Paulo Henrique Fontenelle
☌ Elenco: Cássia Eller
☌ Nacionalidade: Brasileira
☌ Onde assistir: Telecine

8. Loki – Arnaldo Baptista



O longa Loki busca remonta a história Arnaldo Baptista, fundador dos Mutantes, e traz aspectos particulares e emblemáticos de um dos maiores nomes do rock brasleiro. Com uma narrativa que traz depoimentos de vários artistas, músicos e admiradores da carreira de Arnaldo, a obra resume polêmicas e altos e baixos dos Mutantes. Sean Lennon, Kurt Cobain e Devendra Banhart são alguns dos renomados nomes que falam sobre a influência do grupo para o legado musical.

A relação com a cantora Rita Lee, o acidente que quase lhe custou a vida, o reconhecimento internacional e os anos de silêncio que o separou do irmão, Sérgio Dias, são alguns dos recortes do filme, que consegue construir momentos bastante emocionantes, de  forma discreta, e trazer uma linguagem em que se mistura paixão e admiração.

Loki, que possui direção de Paulo Henrique Fontenelle, ganhou o prêmio do público de melhor documentário no Festival do Rio e na Mostra Internacional de São Paulo, em 2008. Um documentário histórico, sendo o primeiro longa-metragem, produzido pelo Canal Brasil, que retrata a loucura genial e extraordinária de Arnaldo Baptista.

☌ Gênero: Nacional, Documentário
☌ Duração: 2h1
☌ Lançamento: 2008
☌ Direção: Paulo Henrique Fontenelle
☌ Elenco: Devendra Banhart, Arnaldo Baptista, Lucinha Barbosa
☌ Nacionalidade: Brasileira
☌ Onde assistir: Globoplay

9. Vinícius



Um apaixonado pelo Rio de Janeiro, que tinha a cidade como a principal inspiração, que se casou 9 vezes e tirou de suas relações as lições que afloraram sua veia criativa. Essa é a uma parte da história do poeta, escritor e compositor Vinicius de Moraes. O longa tem como ponto de partida a montagem de um pocket show em homenagem ao artista por dois atores, Camila Morgado e Ricardo Blat.

O documentários traz a vida, a obra, a família, os amigos, os amores de Vinicius de Moraes, autor de centenas de poesias e letras de música que são apresentados através de raras imagens de arquivo, entrevistas e interpretações de seus clássicos por artistas da antiga e nova geração. Nomes como Maria Bethânia, Chico Buarque de Hollanda, Caetano Veloso e Tom Jobim aparecem no longa que busca retratar a essência criativa do artista.

O diretor Miguel Faria Jr. traz momentos intimistas e com blocos que alternam entre humor e emoção, fazendo alusão a esse universo de contemplação e criatividade que Vinícius traz para suas obras ao longo da carreira.

☌ Gênero:
Nacional, Documentário
☌ Duração: 2h1
☌ Lançamento: 2005
☌ Direção: Miguel Faria Jr.
☌ Elenco: Vinicius de Moraes, Caetano Veloso, Chico Buarque
☌ Nacionalidade: Brasileira
☌ Onde assistir: Netflix

10. Oscar Niemeyer – A Vida é um Sopro



A Vida é um Sopro é uma daquelas obras que procura se pautar na clareza de suas linhas e na poética de suas formas, para (re)construir a história do maior ícone da Arquitetura Moderna Brasileira. Com imagens de arquivo inéditas e raras, e depoimentos de personalidades como os escritores José Saramago, Eduardo Galeano e Carlos Heitor Cony, o poeta Ferreira Gullar, o historiador Eric Hobsbawn, o cineasta Nelson Pereira dos Santos, o ex-presidente de Portugal Mário Soares e o compositor Chico Buarque, o longa busca costurar a história do arquiteto Oscar Niemeyer.

O profissional sempre foi um amante das curvas, explorador de novas possibilidades e um pensador que tem a vida e a sociedade atual como centro de suas reflexões. O documentário traz o próprio Niemeyer, que conta um pouco de sua história, desafios e inovações e apresenta uma aula de história, de cultura, de sociedade e desenvolvimento.

Fabiano Maciel, diretor do filme, busca mostrar através da narrativa de sua obra um ícone que possui falhas, dúvidas e é audacioso, sendo reconhecido internacionalmente pela contribuição que sua obra gerou à arte e ao desenvolvimento arquitetônico mundial.

☌ Gênero: Nacional, Documentário
☌ Duração: 1h30
☌ Lançamento: 2007
☌ Direção: Fabiano Maciel
☌ Elenco: José Saramago, Carlos Heitor Cony, Eduardo Galeano, Ferreira Gullar
☌ Nacionalidade: Brasileira
☌ Onde assistir: Youtube