TV

Eliminado, Gustavo diz: 'O Brasil quis, e tenho que aceitar o resultado'

O médico foi o segundo eliminado do “BBB 19”, com 78,94% dos votos

Agência O Globo

Gustavo foi o segundo eliminado do “BBB 19”, com 78,94% dos votos. Ele disputou com as amigas Paula (14,45%) e Hariany (6,61%). Antes de sair da casa, o médico agradeceu aos concorrentes: “Obrigado a todos. Humildade na vitória e sabedoria na derrota”.

Foto: Reprodução

Já no palco, o oftalmologista fez um discurso resignado ao falar com o apresentador Tiago Leifert: “Dos 15 participantes, tinha exatamente um, Hana (líder, que o indicou), que queria que eu saísse. O Brasil quis, e tenho que aceitar o resultado. Aqui fora, tenho uma família que vale mais que R$ 1,5 milhão”.

Antes de anunciar o resultado, Leifert deu um alerta aos demais confinados. “Esse é um recado para alguns que acho que ainda não se sentem ameaçados. Você estão estão mandando muitos beijos para as câmeras, fazendo muita pose... Mas eu garanto que já tem gente que acordou para o game. E essa pessoa um dia vai eliminar você, que está dando beijo para a câmera. A mitologia do “BBB” é forte, vocês sabem como funciona. Mas, se acha que tem a cartilha do programa e sabe como o público reage, sugiro que rasgue essa cartilha hoje, porque ela só vale quando tem contexto. E são vocês que dão esse contexto”, provocou o apresentador. Leifert ainda aproveitou a ocasião para citar os vencedores das outras edições.

“Todos os campeões, que têm perfis variados, cada um fez diferente. Sugiro, então, que vocês criem a sua mitologia, que vocês se tornem mitos e inspirem outras edições. Esse recado não é para todos”, afirmou ele, para acrescentar: “O paredão é despertador. Não adianta entrar no confessionário pedindo ‘me deixe aqui porque ainda tenho muito para mostrar’. Agora? O jogo é o tempo inteiro, como sempre falo”.

Enquanto Paula e Hariany celebravam a permanência no reality, Tereza chorava a saída do amigo. As duas consolaram a psicanalista: "a gente vai cuidar de você. Pode contar com a gente", prometeu a mineira.