Entretenimento

'Estamos confiantes na volta da normalidade’, diz Marcelo Britto, da Salvador Produções

Um dos eventos já lançados pela Salvador Produções para a retomada do setor é o Réveillon de Praia do Forte; Para a realização do evento, a produtora se juntou com outras quatro empresas baianas – 2GB, On Line e Forte Produções

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Após quase um ano e seis meses de pandemia, muito já se falou sobre os setores que mais sofreram com as restrições. E, sem dúvidas, o de eventos está no topo da lista. Sem realização de festas e eventos durante todo esse período, empresários do ramo precisaram se reinventar. E com o avanço da vacinação, os planos começam a se tornarem mais concretos. 

Na Bahia, a expectativa do setor já é de ter a liberação de eventos para o réveillon, verão e Carnaval. Por enquanto, está proibido a realização de festas e shows está proibida em todo o estado. Porém, para Marcelo Britto, responsável pela Salvador Produções, a situação se caminha para a “normalidade”. 

“A gente está fazendo uma programação como se estivesse contando realmente com o controle da pandemia. A gente vem acompanhando o plano de vacinação e hoje a gente já está na terceira dose dos idosos. Tivemos muitas reuniões com secretaria de Saúde, prefeitos, e a expectativa é que até final de novembro tenhamos toda a população adulta vacinada com a segunda dose e os idosos com terceira dose. Então a gente não vê motivo para realmente realizar os eventos com normalidade”, disse ao iBahia

Um dos eventos já lançados pela Salvador Produções para a retomada do setor é o Réveillon de Praia do Forte, que terá quatro dias de festas, de 28 a 31 de dezembro. Para a realização do evento, a produtora se juntou com outras quatro empresas baianas – 2GB, On Line e Forte Produções. As produtoras estão por trás de grandes eventos do verão soteropolitano, como Salvador Fest, Baile da Santinha, Camarote Villa Mix, Boteco de Gustavo Lima, Camarote Skol, Pipa Beach Club, entre outros. 

O Réveillon já está sendo vendido desde julho e, de acordo com Marcelo, a procura está alta. “O público já entendeu que realmente está já em um momento muito melhor. Claro que ainda não e precisamos manter todos os cuidados. Mas a expectativa do futuro é de que realmente a gente consiga realizar. Então a gente está com uma procura muito aquecida, a gente está muito confiante de que vai ser o estouro. Surpreendeu a gente de forma muito positiva o sucesso do evento”, garantiu. 

Carnaval 

Muito se fala sobre a expectativa da realização do Carnaval. A incerteza do coronavírus e suas variantes ainda impedem os gestores públicos a cravar a realização da maior festa de Salvador.  

No início de agosto, o prefeito da capital baiana, Bruno Reis, afirmou que há o planejamento para a festa, mas disse estar evitando o assunto para “não colocar os carros na frente dos bois”.  

Para Britto, o Carnaval exige um planejamento maior do que os eventos “comuns” e por isso a Salvador Produções já prepara um plano B. 

“Temos uma confiança também de que o Carnaval vai estar normal, mas claro que é uma festa muito gigantesca. Então a gente precisa ter um planejamento maior do que uma festa comum. Então como envolve também dependência de serviços públicos e situações aonde é mais difícil de ter protocolos, a gente criou apenas uma questão para o planejamento de um plano B, queria fazer indoor. Porém, estamos muito confiantes de que as coisas vão ser normalizadas”.