TV

'Estava falindo, ia fechar', diz Raul Gil sobre Record

Apresentador contou que a emissora não vivia um boa situação nos anos 60

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na segunda-feira (10), Raul Gil visitou sua antiga emissora para relembrar sua passagem por lá. No 'Programa do Porchat', o apresentador contou que a Record não vivia um boa situação nos anos 60. 

'Comecei na Record em 11 de dezembro de 1960, na rádio. A Record estava falindo, devia R$ 11 milhões de cruzeiros. O dono, Paulo Machado de Carvalho Filho, falou:'quer fazer o programa, faz, mas vamos fechar'. A fábrica Móveis Brasil comprou oito anos da programação: 'Raul Gil', das 23h às 1h, de segunda à sexta; e no sábado, 'Programa Raul Gil', das 13h às 19h. Enfiou 18 milhões de cruzeiros aqui e não fechou. Então me deram o primeiro programa a cores da Record', recordou. 

Raul também brincou sobre o tempo que deu trabalho à emissora Globo, no início dos anos 2000. 'Fiquei dois anos e meio ganhando do Luciano Huck. Ele não sabia mais o que fazer e acabou casando com a Angélica', brincou.

O apresentador ainda comentou sobre a importância da preocupação com os números da audiência. 'O problema da audiência é que o dono da televisão, o diretor artístico e de programação se guiam por aquilo. Se você não der audiência, tira do ar, você se arromba todo e fica desempregado. Então você tem que lutar para não sair do ar'.