Teatro

"Eu fico mal quando estou assistindo uma peça", desabafa Cláudia Rodrigues

A atriz realiza estreia nacional da peça 'Muito Viva', em Salvador, neste fim de semana, no Teatro Jorge Amado

Atila Barros (atila.santos@redebahia.com.br)
- Atualizada em
Cláudia Rodrigues faz estreia nacional da peça 'Muito Viva' em Salvador



Após algum tempo afastada dos palcos, a atriz Cláudia Rodrigues, conhecida por seus personagens cômicos, como Marinete (A Diarista/ TV Globo) e Thalia (Escolinha do Professor Raimundo/ TV Globo), apresenta em Salvador o espetáculo 'Muito Viva', no Teatro Jorge Amado, nos dias 17 e 19 de maio, sexta e sábado, às 20h, e domingo, às 19h.


Veja também:

Vai ao teatro? Confira as dicas do iBahia para o fim de semana

Em visita a Rede Bahia para participar do jornal Bahia Meio Dia, na tarde desta sexta (17), Cláudia conversou com o iBahia e falou dos novos comediantes, do espetáculo e sua relação com Salvador.


Com direção de Ernesto Picolo e texto de Rodrigo Blat, 'Muito Viva' conta a história de Litinha (Cláudia Rodrigues), uma faxineira que trabalha na casa de famosos e anônimos e que não deixa passar nenhuma história dos patrões. Ela luta para sobreviver, pois é mãe de várias crianças e, apesar de ter marido, sustenta a casa sozinha.


Cláudia retorna aos palcos

"O nosso plano é viajar o país inteiro. E eu achei lindo começar por Salvador. Adoro essa cidade, acho que ela é abençoada mesmo. E acredito que vamos ter um axé muito forte aqui", falou ao iBahia sobre a escolha da capital baiana para estreia nacional do espetáculo.


Comediante reconhecida, Cláudia fez parte do elenco dos programas 'Caça Talentos', onde viveu Karina e 'Sai de Baixo' como Sirene, mas apesar de trabalhar com televisão desde 1996, ainda não interpretou nenhum papel dramático na telinha e não descarta essa possibilidade. "Se me chamarem pra fazer um drama, eu vou e coloco o Brasil inteiro pra chorar. Eu vou ser bem má".


Quanto a comédia, que é sua especialidade, ela destaca que tem vindo uma boa leva de comediantes como Marcelo Adnet, Fábio Porchat e Leandro Hassum. "Na comédia ou é engraçado ou não é e essa galera mostrou pra que veio", afirmou.    


Ao ser perguntada se acompanhava a produção teatral baiana, ela diz que foi convidada para assistir alguns espetáculos em turnê no Rio de Janeiro, mas que não tinha ido, pois são em teatros muito longe de sua casa e completa: "Eu não amo ir ao teatro. Gosto de fazer teatro. Nem na época em que estudava eu gostava de ir. Eu fico mal quando estou assistindo uma peça, pois acabo dirigindo o espetáculo da plateia. Quando o cara está fora da luz, me dá uma agonia. Quando minha filha assistia alguma peça comigo, ela dizia que não dava, pois quando o cara parava de falar no palco, eu começava do lado", finalizou.


Muito Viva!
Local – Teatro Jorge Amado

Data – 17 a 19, sexta e sábado, às 20h, e domingo, às 19h

Valor – R$70 (inteira) e R$35 (meia)