Música

Ex-The Voice, Samara Souto assume os vocais da banda Colher de Pau

Cantora é a primeira mulher à frente do projeto, que está na estrada há mais de 20 anos

Priscila Morais* (priscila.morais@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Com certeza você já ouviu o hit: 'Shala la la e sacundê arundon, amore mio', não é? A música, que faz parte do repertório da banda Colher de Pau, criada em 1995, emplaca cheia de novidades para o ano de 2019. Nomes como Kiko Salli, Zay Rios e Lukas Marks passaram pelos vocais do grupo de forró, mas quem assume agora é a cantora Samara Souto, ex-The Voice e primeira mulher à frente do projeto. 

Foto: Reprodução | Instagram
Samara é nascida em Recife, mas foi criada em Maceió. Desde muito cedo teve contato com o forró e os trios pé de serra da cidade alagoana. Nesta segunda-feira (14), a artista conversou com o iBahia e falou sobre a nova fase de sua vida e o que vai mudar na banda, que está na estrada há mais de 20 anos. 

"Foi me entregue esse desafio, já com a confiança que deram em mim para mudar a história. Tudo com muito respeito, mas vamos fazer algo novo. Até porque eu sou nova, a idade da banda é a minha idade, então, com muito respeito, eu quero fazer algo novo, sim. Eu quero modificar o forró da 'Colher', atualizar o repertório, colocar as músicas que as pessoas estão pedindo muito, mas sem esquecer os clássicos, claro, da banda", afirmou. 

A vocalista, que ficou nacionalmente conhecida após participar do 'The Voice Brasil' (TV Globo), ano passado, pontuou que, graças ao reality musical, sua carreira deu um 'up'. "Tudo mudou por causa do programa. Eu costumo dizer que essa fase que estou vivendo agora com a 'Colher' deve muito ao 'The Voice'. A aceitação, o respeito, então, artisticamente falando, mudou muito", declarou. 



O convite para assumir os vocais da 'Colher' surgiu logo após a sua participação no programa. Segundo a cantora, os produtores já pensavam em fazer uma nova roupagem para o grupo: "nós estávamos com uma pesquisa do que seria Samara. Se seria solo ou se seria algum projeto. Aí a 'Colher' chegou até a gente. A Salvador Produções (empresa responsável pela cantora) quis fazer essa junção, porque a banda nunca teve uma mulher nos vocais. Então, foi logo em seguida mesmo. Setembro, outubro, já estava sendo organizado pra fazer o lançamento em dezembro. 

De acordo a artista, Lukas Marks, antigo vocalista do grupo, a recebeu muito bem e descartou qualquer tipo de rixa entre dois. "Conheci Lukas através da minha entrada na banda. Ele está me ajudando bastante. Agora ele vai pra carreira solo e eu fiquei muito feliz", disse. 

Sobre o repertório, Samara anunciou que vai buscar inovar sempre e que promete trazer muita novidade por aí. "Eu coloco o funk, o arrocha e o sertanejo. Eu acho que esses ritmos andam mais próximos ao forró. O funk nem tanto, mas costumo tocar. O pagode ainda não me arrisquei, mas é uma boa dica", garantiu. 



A banda 'Colher de Pau' vai se apresentar no 'Furdunço' - festa que antecede o Carnaval de Salvador -, no dia 24 de fevereiro. Para ela, é uma responsabilidade muito grande fazer parte deste evento, que tem um público gigantesco: "eu fui ano passado para o 'Furdunço' e fiquei encantada. Eu não conhecia a festa. Era gente que saia de todos os lugares, algo surreal. Querendo ou não, é um evento que deixa as pessoas mais próximas do artista, né? E ter a honra com a 'Colher' de começar com música nova nessa festa, é pra começar o ano muito feliz". 

A agenda para a folia momesca ainda não foi definida, mas a cantora revelou que tocará em camarotes e em festas dos bairros da capital baiana. "Nós vamos nos apresentar, sim. As datas ainda estão sendo acertadas, mas vamos tocar sim no Carnaval de Salvador", finalizou. 

* Sob supervisão do repórter Guinho Santos.