Cinema

'Amigos Para Sempre' cai bem numa noite de domingo

Remake traz amizade entre um milionário tetraplégico e o seu cuidador

Heyder Mustafa* (heyder.mustafa@redebahia.com.br)
- Atualizada em


Quando anunciaram que uma versão americana de “Os Intocáveis” estava sendo produzida em Hollywood, o rançômetro dos críticos de cinema mundo afora pipocou. A produção, antes mesmo de se concretizar, foi condenada por quase todos, principalmente pelos fãs da versão francesa (a original), de 2012. Nos cinemas americanos desde a semana passada, “Amigos Para Sempre” não é só uma adaptação bem realizada como já lidera a bilheteria, desbancando o popular “Aquaman”. O filme chega hoje aos cinemas do Brasil com a mesma projeção de sucesso.



Baseado em fatos reais, o longa conta a história da amizade improvável entre Phillip (Bryan Cranston), um milionário tetraplégico, e seu cuidador, o ex-presidiário Dell (Kevin Hart). Obviamente, as comparações com a dupla original são inevitáveis. Enquanto a relação estabelecida entre os personagens no filme francês possui uma carga dramática maior, na versão americana a opção foi evidenciar o lado mais descontraído dessa convivência, e aqui cabe um elogio à atuação de Hart.

É dele a função de deixar o filme mais leve com o jeito brincalhão, as gírias, o sarcasmo e até mesmo o mau humor providencial da personagem. Bem ao estilo comédia romântica americana, Dell dá conselhos amorosos, brinca com a condição de seu patrão, se deslumbra com a vida na nova moradia em uma cobertura de Manhattan e até consegue arrancar gargalhadas de Yvonne, a assistente sisuda de Phillip, interpretada pela sempre talentosa Nicole Kidman.

Foto: Reprodução

“Amigos Para Sempre” está longe de ser uma obra-prima ou um filme candidato a alguma indicação importante. Nada nele é fora da curva ou nos deixa boquiabertos, mas isso não faz do remake uma desgraça da sétima arte, como alardeiam alguns críticos. Ele foi feito para entreter num domingo à noite e faturar muito. Parece que os objetivos foram alcançados. 

*Heyder Mustafá é jornalista e produtor cultural formado pela UFBA, editor de conteúdo da GFM e Bahia FM, apresentador do Fala Bahia e apaixonado por cinema, literatura e viagens.