Teatro

Gil Santana estreia o espetáculo on-line 'Histórias, Brinquedos e Ventos'

Peça de autoria dele é uma homenagem à escritora Maria Clara Machado

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma personagem que não conhece bem a sua própria história vai em busca de sua origem, em aventuras pelo mundo. Num encontro com seres encantados da Natureza, como o Vento do Mistério, o Vento da Alegria e outros criaturas, ele acaba se tornando o Senhor dos Ventos. Assim, passa a dominar as artimanhas das brisas, vendavais, ciclones e furacões…

Um universo que faz referência à peça “A menina e O Vento” (1962), numa homenagem à escritora Maria Clara Machado. Em meio a tudo isso, uma boneca intrigante, sapeca e muito irreverente, vai ajudá-lo na sua missão. No espetáculo solo, o ator e diretor teatral Gil Santana revive as memórias e o legado da autora.


No espetáculo, que acontecerá até o dia 29 de novembro, o artista propõe a interação virtual com o público. O mistério fica por conta de uma carta que promete grandes surpresas. Aos sábados e domingos, 17h, através da plataforma ZOOM. Os ingressos podem ser adquiridos, com antecedência, através do sympla.



Maria Clara Machado foi uma escritora e dramaturga brasileira, autora de famosas peças infantis, entre elas, “Pluft, O Fantasminha”. E também fundadora do Tablado, escola de teatro do Rio de Janeiro. Nascida em Belo Horizonte, em 1921, mudou-se para o Rio aos quatro anos. Considerada a maior autora de teatro infantil do país, escreveu quase 30 peças infantis, livros para crianças e 3 peças para adultos (“As interferências”, “Os Embrulhos” e “Miss Brasil”).

Reconhecido como um dos grandes nomes do Teatro Infantil, na Bahia, o ator e diretor teatral Gil Santana cativa públicos de todas as idades, acumulando uma média de 70 peças no currículo, entre clássicos e textos autorais. Transitando entre a Arte e a Educação, sempre trabalhou como professor de Teatro, ministrando oficinas anuais em seu espaço e em escolas públicas e particulares da capital baiana.


A trajetória dele deixou marcas por diversos lugares e espaços culturais, como a Biblioteca Pública do Estado da Bahia, o Teatro Gamboa, Teatro Nazaré, Bahiano de Tênis, a Escola Contemporânea de Ballet, Colégio Severino Vieira, Teatro Vila Velha, Convento do Desterro, o Teatro da Ladeira (na Ladeira do Desterro), Teatro Caballeros de Santiago, entre outros palcos alternativos criados em Salvador por ele mesmo.

Espetáculo on-line e ao vivo “Histórias, Brinquedos e Ventos”


Dias: aos sábados e domingos. Até 29 de novembro.
Horário: 17h
Venda: Os ingressos podem ser adquiridos através do sympla
Classificação indicativa: Livre
Encenação e atuação: Gil Santana
Direção: Lucival Almeida