Música

Hackers excluem clipe de Despacito e utilizam fotos da série La Casa de Papel

Hackers invadiram canais do YouTube de outros artistas na mesma madrugada

Vanessa Brunt, do Correio 24 Horas (vanessa.brunt@redebahia.com.br)

Na madrugada desta terça-feira (10), a versão original da música Despacito, que se tornou o mais assistido da história do YouTube, obtendo mais de 5 bilhões de visualizações, foi deletada do Youtube após hackers invadirem o canal do artista no site. O clipe do sucesso de Luis Fonsi com Daddy Yankee passou a ter o link redirecionado para uma página que informava que o conteúdo havia sido removido.


No lugar da capa do vídeo, passou a ser exibida uma imagem da série La Casa de Papel, que faz críticas aos sistemas políticos e econômicos sociais. Além disso, os hackers, que se identificaram como Prosox and Kuroi’sh, escreveram "Palestina livre" no título do vídeo.

Na manhã de hoje, o cantor recuperou o vídeo, que voltou a ser exibido normalmente no YouTube. O canal de Fonsi, que reúne outros hits como Échame La Culpa (veja abaixo), não foi o único a ser invadido. As páginas de Shakira, Selena Gomez, Drake e Taylor Swift também foram tomadas pelos hackers na plataforma digital.  Após recuperadas, as contas não emitiram repercussões por parte dos artistas referentes. Sem declarações, fica no ar para fãs e público em geral, o receio da possibilidade de ocorrer novamente e de uma forma mais agravante.