TV

Jonathan Couto rebate acusações de Letícia Almeida: 'Relação sexual consensual'

Atriz acusa cantor de suposto abuso sexual

Agência O Globo

Jonathan Couto resolveu se pronunciar na tarde deste sábado, depois da entrevista de Letícia Almeida concedida nesta semana a um programa de TV. Nela, a atriz o acusa de um suposto abuso sexual. "Ele me ofereceu bebida. Não costumo beber, mas estava bêbada aquele dia por causa de uma comemoração. Me ofereceu vinho, bebi vinho. Ele me levou pro último andar da casa e teve relações comigo, sem meu consentimento. Eu não lembrava devido a minha embriaguez e não tive reação. Rapidamente, consegui me livrar daquilo, fui para o meu quarto e dormi", disse a atriz no "Superpop". Letícia ficou grávida de Jonathan, seu concunhado, quando namorava o cantor Saulo Poncio.

Foto: Reprodução
Jonathan dá sua versão dos fatos. "É verdade que eu sucumbi a um momento de fragilidade e cometi um ato de infidelidade em uma relação sexual consensual com Leticia Almeida da qual resultou o nascimento da minha filha, Maria Madalena. Do mau passo dado por mim que resultou nesse verdadeiro massacre midiático que venho sofrendo, somente restaram duas coisas boas: a Maria Madalena e ter encontrado o apoio da minha esposa Sarah e de toda a minha família que perdoaram o meu erro e me deram forças para prosseguir a minha vida.

Entretanto, não posso me calar ante as mentiras proferidas por essa senhora, sem qualquer prova, que tem me causado profundo dissabor e desgaste. Embora eu reconheça que devo sofrer as consequências dos meus erros, não aceito as injustas acusações de quem apenas busca se eximir de qualquer responsabilidade e se aproveitar com a divulgação do próprio erro", diz Jonathan Couto através de um comunicado enviado por sua assessoria de imprensa.


O pai do filho de Letícia Almeida diz também que vem cumprindo com suas obrigações paternas: "Da minha parte, reconheci espontaneamente a paternidade da minha filha e ofereci o pagamento de pensão, o que venho fazendo regularmente".

Jonathan Couto dá sua versão para a noite em que ele e Letícia Almeida tiveram uma relação sexual, na casa dos pais dele, na Barra, Zona Oeste do Rio de Janeiro:

"“Estávamos em casa conversando e não tínhamos bebido tanto. Como sempre fui amigo de Letícia, depois de todos irem dormir, continuamos conversando no terceiro andar da casa onde tinha um amigo meu que estava dormindo no sofá. Saímos, compramos sorvete e quando voltamos, fomos para o terraço da casa, cujo acesso é feito através de uma escada tipo aquelas de incêndio que é muito difícil de subir. É totalmente impossível que uma pessoa que esteja no nível de embriaguez alegada pela Letícia consiga subir aquela escada".

Por fim, Jonathan Couto diz que vai recorrer à Justiça contra o que ele chama de "ataques" vindo de Letícia Almeida: "Vou reagir vigorosamente a todos os ataques que vier a sofrer dessa senhora, sempre no campo da justiça, com serenidade e dentro da verdade.”


Leia o comunicado na íntegra:

Empresário Jonathan Couto recorre na justiça contra acusações inverídicas de Letícia Almeida

Após adulterar o resultado do exame de DNA feito por Saulo Poncio, para constar que ele era o pai, Letícia tem relatos duvidosos e sem provas sobre um suposto abuso sexual

Desde o início, o empresário Jonathan Couto decidiu manter todas as questões envolvendo sua filha Maria Madalena exclusivamente no âmbito da justiça, optando por não se pronunciar em público a respeito das falsas acusações de Letícia Almeida. Porém, no dia 13.02.2019, em nova investida de Letícia, com as mesmas infundadas e ultrapassadas declarações, ela compareceu acompanhada de sua advogada no programa “Super Pop”, da apresentadora Luciana Gimenez, objetivando mais uma vez vitimizar-se com as mesmas inverdades e acusações de sempre, com indisfarçável tentativa de obter ganho indevido e manter-se na mídia às custas da exploração da história da filha comum.

Infelizmente, em razão da postura que Leticia insiste em adotar, Jonathan vê-se obrigado a vir a público para repor a verdade dos fatos, em contraposição à insanidade de quem busca a projeção desmerecida, o ganho indevido e a celebridade instantânea e efêmera.

“É verdade que eu sucumbi a um momento de fragilidade e cometi um ato de infidelidade em uma relação sexual consensual com Leticia Almeida da qual resultou o nascimento da minha filha, Maria Madalena. Do mau passo dado por mim que resultou nesse verdadeiro massacre midiático que venho sofrendo, somente restaram duas coisas boas: a Maria Madalena e ter encontrado o apoio da minha esposa Sarah e de toda a minha família que perdoaram o meu erro e me deram forças para prosseguir a minha vida. Entretanto, não posso me calar ante as mentiras proferidas por essa senhora, sem qualquer prova, que tem me causado profundo dissabor e desgaste. Embora eu reconheça que devo sofrer as consequências dos meus erros, não aceito as injustas acusações de quem apenas busca se eximir de qualquer responsabilidade e se aproveitar com a divulgação do próprio erro.”

Considerando que todas as questões foram judicializadas por Letícia, atualmente, Jonathan Couto e a família Poncio são representados pelos advogados Luiz Fernando Gevaerd e Diogo Domingues, responsáveis pelos processos familiares, e pelo escritório de Michel Assef Filho, especialista em direito criminal.

Em relação ao processo de alteração de registro, Jonathan reconheceu espontaneamente a paternidade de Maria Madalena e, na mesma oportunidade, ofereceu o pagamento de pensão em quantia compatível com as necessidades da filha e vem realizando o depósito mês a mês.

“Da minha parte, reconheci espontaneamente a paternidade da minha filha e ofereci o pagamento de pensão, o que venho fazendo regularmente.

”No que se refere à falsa acusação de estupro envolvendo Jonathan Couto, afirmam os advogados Assef Filho, Gevaerd e Domingues que há indícios que sugerem tudo ser produto de uma farsa. Nesse ponto, os advogados alertam para o fato de que a narrativa de Letícia sobre o suposto abuso é cópia da história de uma terceira pessoa que havia compartilhado o seu relato na internet com a atriz.

“Depois de Letícia ter acusado publicamente Jonathan de a ter estuprado, essa terceira pessoa entrou em contato com a família avisando que Letícia estava usando a sua história, que tanto a fez sofrer, para acusar injustamente Jonathan. Ela mostrou os prints das conversas e temos uma declaração oficial confirmando que a história contada por Leticia é dessa terceira pessoa. Em razão disso, tomamos todas as medidas judiciais cabíveis para a defesa do Jonathan”, afirma Diogo Domingues.

Sobre a narrativa dos fatos acerca do estupro, Jonathan nega totalmente a versão de Letícia.

“Estávamos em casa conversando e não tínhamos bebido tanto. Como sempre fui amigo de Letícia, depois de todos irem dormir, continuamos conversando no terceiro andar da casa onde tinha um amigo meu que estava dormindo no sofá. Saímos, compramos sorvete e quando voltamos, fomos para o terraço da casa, cujo acesso é feito através de uma escada tipo aquelas de incêndio que é muito difícil de subir. É totalmente impossível que uma pessoa que esteja no nível de embriaguez alegada pela Letícia consiga subir aquela escada.”

Considerando o completo destempero e descontrole de Letícia e percebendo que haveria exploração da situação por Letícia independente de qual fosse a sua atitude, optou Jonathan por manter-se afastado dela, se defender e aguardar o desenrolar dos fatos enquanto tramitassem as ações na justiça.

“Vou reagir vigorosamente a todos os ataques que vier a sofrer dessa senhora, sempre no campo da justiça, com serenidade e dentro da verdade.”Tudo o que Jonathan deseja é que a história se resolva, pois a sua filha, Maria Madalena, tem sido a maior prejudicada pela exposição e atitudes inconsequentes de Letícia.

“O que eu desejo é que, no fim de tudo, a verdade apareça. A minha maior preocupação é com a preservação da minha filha, que deve ficar excluída desses conflitos. Quero agradecer a minha esposa Sarah e ao meu cunhado/irmão Saulo o perdão recebido, pelo qual serei eternamente grato, e reafirmar meu compromisso de sempre honrar a confiança que tenho recebido não apenas deles, mas também da minha família, meus amigos e dos meus seguidores.”