Música

Jorge Vercillo lança a romântica 'Índia de Itapuã' no dia dos namorados

Cantor se apresenta na Concha Acústica do Teatro Castro Alves neste sábado (15)

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Neste dia dos namorados o amor vai estar no ar em diversos aspectos, inclusive na música. Jorge Vercillo lança nesta quarta (12), juntamente com o clipe, a canção "índia de Itapuã", que serviu de trilha sonora para a entrada da biomédica Martha Suarez em seu casamento.

A canção, segundo o cantor, usou como inspiração o seu amor pela Bahia e pela biomédica Martha Suarez, com quem se casou no início de abril. Vercillo, inclusive, chegou a cantá-la em seu casamento, no momento da entrada da noiva, que é baiana e era fã do artista. Os dois se conheceram quando ela ia aos shows dele e se tornaram amigos. Logo depois de uma viagem o romance engrenou.

“Essa música é uma declaração de amor para a Martha e para a Bahia. Essa relação de amor que existe entre o povo da Bahia e a minha música. Entre as energias da Bahia e a minha alma. Ela fala sobre essa conexão com a natureza, que eu e a Martha temos muito em comum. Nós nos apaixonamos na Chapada Diamantina, que é um dos lugares mais energéticos e místicos do Brasil. E é um lugar que fica na Bahia”, revela.

A canção faz parte do seu novo álbum, intitulado “Nas minhas mãos”. Mesmo nome da recém estreada turnê, que passará pela capital Baiana no dia 15 de Junho, quando o cantor se apresentará na Concha Acústica do Teatro Castro Alves.

Foto: Divulgação

Jorge Vercillo e Martha, aliás, aproveitarão a proximidade do show para antecipar a estadia na capital baiana. O casal passará o dia dos namorados bem juntinho na Bahia, que ainda de acordo com o cantor, ocupa um espaço muito especial em sua carreira.

“Eu sempre tive uma ligação muito forte com a Bahia. Em especial porque a minha música é essencialmente negra. Ela provém do Jazz, do Reggae, do ijexá (que é um ritmo afro-baiano), da salsa... E sempre teve uma química muito grande entre mim e o público baiano/soteropolitano. E Itapuã é o nome do bairro que Martha cresceu em Salvador. Aí veio esse carioca, que começou a carreira no Nordeste para ficar completamente apaixonado por ela”, conclui o cantor.

Serviço
O Que:
Jorge Vercillo - Nas Minhas mãos
Quando: Sábado, 15 de junho
Onde: Concha Acústica do Teatro Castro Alves
Ingressos: R$100 (inteira), R$50 (meia)