Música

Jorge Vercillo promete show especial no Armazém e revela novas parcerias em álbum

Cantor se apresenta na noite desta sexta-feira (01), em Vilas, junto com Jau

Guinho Santos (guinho.santos@redebahia.com.br)
- Atualizada em

O cantor Jorge Vercillo se apresenta na noite desta sexta-feira (01) no palco do Armazém Hall, em Vilas do Atlântico, a partir das 21h. O músico comanda a festa 'Vem Verão' junto com o baiano Jau e promete um show especial e bem dançante para a ocasião.

"Vai ser uma noite bem animada", garantiu ao iBahia. Entre as canções escolhidas, claro, não vão faltar os clássicos 'Final Feliz', 'Ela Une Todas as Coisas' e 'Homem Aranha'.Em entrevista, Vercillo ainda adiantou que vai lançar novas parcerias em breve em seu álbum, entre eles com os cantores Vitor Kley, Péricles e Thiaguinho, além do ex-jogador Ronaldinho: "ele (Ronaldinho) sempre trabalha com samba, mas gravou uma música política comigo". Confira entrevista completa:

Foto: Divulgação

Qual expectativa para se apresentar mais uma vez em solo baiano?

O Armazém é uma casa que propicia um show dançante, um show baile, ainda mais dividindo a noite com Jau, que é um artista do pop, da MPB pop baiana. Vai ser uma noite bem animada e dançante. 

São quase 25 anos de carreira. Como conseguir preparar um repertório para uma apresentação de pouco mais de 1h com tantas opções de sucesso?

Nem sempre é fácil, realmente. Com muitas músicas que tocaram e marcaram a vida das pessoas. Eu procuro adaptar para cada situação. No caso do Armazém, pretendo fazer um show mais baile. Parece que vou entrar antes do Jau, o que é ótimo porque eu sinto que meu público é bem família e muitas mães levam seus filhos para verem meu show também.

Você tem lançado diversos singles inéditos que fazem parte do próximo álbum. Um deles traz uma parceria com o argentino Pedro Aznar. Como surgiu esse encontro entre vocês neste novo trabalho?

Conheci Pedro na Argentina, participei de alguns shows com ele e ele fez algumas versões em castelhano de algumas canções minhas, como 'Devaneio' e 'Me Transformo em Luar', que nós gravamos. Essa gravação eu resolvi incluir neste álbum meu que é tão heterogêneo e tão diverso que me força a sair da minha zona de conforto pra dialogar com outros estilos, então fica fora de contexto, já que gravei música em inglês, samba...

Vão vir novas parcerias ainda neste álbum?

Estão vindo novas parcerias para fechar o álbum. Dia 10 de novembro vou lançar 'Song 4 U', em parceria com meu filho Vini Vercillo. Ele canta em inglês e eu fiz uma versão em português desta canção dele e do Vitor Cupertino. Eu que buscava uma música em inglês pra gravar, lancei o 'Closest Friends', que é a versão em inglês de 'Final Feliz', mas gravei essa com o Vini que é a nossa primeira gravação juntos.

Vai entrar dia 25 de novembro 'Personagem', que é a uma parceria minha com a Ana Carolina, com a participação de Vitor Kley. É uma música disco, pop, não tão nova, mas quase inédita para o meu público. Foi gravada antes por Pedro Mariano, mas ele nunca trabalhou a música. O Vitor matou a pau. Gostei muito de trabalhar com ele nesta música.

Pra fechar o álbum, um samba em parceria Xande de Pilares, chamado 'Nosso Próprio Chão', que fiz uma letra bastante existencial, filosófica, que fala de amor, de vida, enfim. Tive o privilégio de gravar também com o Péricles, que é um dos grandes cantores hoje da música brasileira, a nível de técnica, afinação e interpretação. Péricles me chamou para participar do DVD dele neste e, depois, chamei ele para participar deste meu álbum comigo. Então eu tenho dois sambistas da pesada no álbum: Thiaguinho e o Péricles. E ainda tenho o Ronaldinho Gaúcho, que sempre trabalha com samba, mas que gravou uma música política comigo.

Por falar na Argentina, você esteve por lá recentemente em viagem de lua de mel com Martha. Por que demorou tanto para curtir este momento a dois?

Foi mais uma lua de mel. Assim que casamos, saímos de lua de mel na Península de Maráu, na Bahia, que foi um lugar maravilhoso. Uma viagem incrível. Curtimos vários lugares, passeios ecológicos. Tínhamos planos de passar nossa lua de mel na cratera de um vulcão, mas acabou não dando tempo devido à minha agenda de shows e fomos para a Península. No meu aniversário, inventamos de ir pra Buenos Aires. Fomos pra Punta Del Leste, conhecemos este balneário, mas estava muito frio e muita chuva.

Por fim, essa não é a primeira vez que você se Jau se apresentam em um mesmo evento na cidade. Como é a relação entre vocês dois?

Esta pergunta me fez me chamar a atenção para a musicalidade do Jau. Gosto muito dele, da pessoa dele também. Se houver tempo da gente combinar alguma coisa entre nós dois, vai ser muito bacana. De repente ele cantar comigo, vai ser muito legal. Acho interessante que, assim como eu, o Jau tem uma influência muito marcante de Djavan. Na minha opinião, a voz dele é muito mais parecida com a de Djavan do que a minha. Mas isso não tira, de forma alguma, o valor da música dele. Muito Pelo contrário, só abrilhanta. Na verdade, o Jau tem uma voz do negro, que é uma voz mais metálica, e essa voz é muito bacana quando ele é bem utilizado, assim como é utilizado no Djavan, no Stevie Wonder, pelo Seu Jorge e no próprio Jau. 

Serviço

Vem Verão

Atrações: Jorge Vercillo e Jau

Data: 1 de novembro de 2019 

Onde: Armazém Hall, Vilas do Atlântico 

Hora: a partir das 21h

Valores: Pista - R$70

Camarote - R$120

Vip Open Bar (Gin Beefeter, vodka Absolut, espumante, água, refrigerante e cerveja Petra) - R$170

Vendas: Lojas do Pida (Shopping Salvador e Piedade), nos Balcões de Ingressos, na loja Armazém Tickets (Salvador Norte Shopping), pelo Sympla ou no local.