Música

Léo, Xanddy e Tony celebram o pagode baiano em novo projeto: 'união em prol do movimento'

Cantores comandam 'O Encontro' no dia 1º de maio, na Arena Fonte Nova, em Salvador

Guinho Santos (guinho.santos@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Três dos principais nomes do pagode baiano resolveram se juntar para criar um evento que promete dar o que falar não só em Salvador, mas no Brasil inteiro. O Encontro reúne Léo Santana, Parangolé e Harmonia do Samba e o pontapé para o projeto vai ser no feriado do dia 1º de maio, na Arena Fonte Nova.

Foto: Mateus Ross

"Além da amizade, da intimidade que temos, o ritmo que nos trouxe até aqui nos permitiu nos unir e poder subir no palco juntos de uma forma única. A gente representa um som que transformou as nossas vidas. Vamos subir no palco e fazer um encontro, mostrando ao nosso povo a harmonia que rola entre a gente, unindo nosso som e o nosso pagode", disse Xanddy.

O amigo Tony Salles endossou a fala: "não precisa nem falar muita coisa. Existe uma relação de amizade muito grande entre nós três. A nossa história se entrelaça. Existe uma coisa entre a gente, que é a verdade. Se não existe isso, fazer só por fazer, não daria certo". Para Léo, ex-vocalista do Parango, o momento marca uma fase importante na carreira dos três. "Tinha que acontecer esse encontro e esse projeto. Sou suspeito a falar. Acho que vai ser de fato mostrar para o Brasil, como já estamos fazendo separadamente, a nossa verdadeira raiz, o nosso verdadeiro pagode de Salvador e as pessoas entenderem de fato quem somos e de onde viemos".

O projeto, por sinal, vai contar com uma homenagem, a qual foi revelada por Xanddy: "neste primeiro Encontro - obviamente só a ideia de estar se juntando e mostrar a nossa música, já é um orgulho -, mas um deles (Tony ou Léo) vai fazer uma grande homenagem a muitos nomes do pagode da Bahia". "Já quer entregar tudo", brincou Léo. "Não é nada planejado, mas vai existir a homenagem", completou o líder do Parangolé.

Os shows vão durar cerca de 4h30, em um mega palco, com as três bandas completas, além do corpo de balé do trio, cenário diferenciado e equipamentos de última geração. "Nosso repertório é bem diversificado. Eu vou cantar músicas que gravei na época do Parango e o Tony, músicas do Harmonia e assim sucessivamente. Vai ser de fato um encontro. Todo mundo vai cantar música de todo mundo e de outros artistas também", explicou Léo. "Vai ser uma roda de samba organizada", adiantou o marido de Scheila Carvalho. 

Questionados se a ideia do projeto seria para fomentar a indústria da música baiana, principalmente por rumores de uma possível crise local, Léo confirmou: "total e também de servir de inspiração. No meu último ensaio levei Selakuatro, Rubynho, Falcão, enfim... A gente já demonstra isso, principalmente nos ensaios que o tempo de show é maior. O projeto é pra demonstrar, além da amizade, algo que sirva de inspiração para os demais. A minha intenção é passar essa ideia. Da união em prol do nosso movimento e, claro, celebrando, para crescer no geral".

Foto: iBahia
Segundo Xanddy, o projeto pode servir de espelho para outros artistas: "os baianos, de um modo geral, tem que se esforçar. Somos amigos de outros gêneros também, como o axé, temos que nos esforçar para gerar mais coisas assim, como este que está acontecendo. A gente conseguiu colocar três bandas no mesmo palco. Você vê Saulo com Durval, isso me deixa muito feliz. O Encontro tenho o maior orgulho de dizer que é um projeto ousado".

A ideia é rodar com o Encontro por diversas cidades do país, mas as datas só vão ser confirmadas após o show de estreia, em Salvador. "Vamos assistir o material deste primeiro evento, depois vamos seguir para concluir as próximas cidades. Estamos trazendo 60 contratantes do Brasil inteiro para assistir o projeto", esclareceu Léo. Tony, por sua vez, antecipou: "já temos alguns lugares que a gente tem vontade, como São Paulo, Rio, Brasília... Não são lugares que estão fechados, mas estão nos planos. Tem também Porto Seguro, Fortaleza, Recife...".

Sobre a possibilidade do evento fazer parte do calendário do Verão baiano em 2020, o trio não descarta. "Marcelo (Brito, empresário) falou disso. Repito: vamos assistir, fazer uma data de lançamento no Brasil e em Salvador. A agenda dos três no Verão é de muito trabalho e ainda tem os ensaios, graças a Deus. Mas vamos fazer, não sei se no Verão ou no segundo semestre de 2020. Vamos sentar ainda e resolver isso. A boa vontade não falta", afirmou o noivo de Lorena Improta.

"No Verão, temos os nossos ensaios. mas não quer dizer que não possa ser pensado da gente fazer um grande ensaio do 'Encontro'", disse Tony, que teve o aval do amigo Léo: "acho a ideia bacana. São quatro ensaios de cada um. Poderíamos fazer três e no último fazer 'O Encontro'". 

Quem quiser curtir o primeiro evento do trio é bom se apressar. O último lote promocional vai estar disponível até terça-feira (30). Os valores estão R$ 50 (Arena), R$ 135 (Triplo Arena) e R$ 100 (Frontstage). O Lounge Premium está esgotado. Os ingressos podem ser comprados no site www.salvadortickets.com.br, na loja Salvador Tickets - 2º piso do Shopping da Bahia - ou nas lojas do Pida! (Salvador Shopping e Piedade). 

Serviço
O Encontro
Onde: Arena Fonte Nova, Salvador 
Quando: 1º de maio
Quem: Harmonia da Samba, Parangolé e Léo Santana.
Hora: a partir das 16n.
Setores / valores: Arena - R$50,00
Triplo Arena - R$135,00 (três ingressos do setor Arena) - Promoção apenas nas lojas: Pida!(Salvador Shopping) e Salvador Tickets (2º pra Shopping da Bahia).
Frontstage - R$100,00
Lounge Premium - ESGOTADO. 

*Valores referentes a meia entrada

**Sujeito a mudanças sem aviso prévio

***O Pida! é apenas um site informativo. Não nos responsabilizamos por possíveis alterações nos valores.

**Consulte sempre os pontos oficiais de vendas

***Valores sujeitos a taxa de serviço.