TV

Marcos Mion sobre caso de racismo contra Sabrina Paiva em 'A Fazenda': 'desumano'

Mion, que também lamentou o caso no programa desta quarta-feira, afirmou estar na torcida para ''Sabrina levar isso adiante''

Agência O Globo
- Atualizada em

Marcos Mion, apresentador de ''A fazenda'', se pronunciou em seu Instagram, na noite desta quarta-feira, sobre o caso de racismo sofrido pela participante Sabrina Paiva:


"O cara (o funcionário) falou nos bastidores tão alto que vazou no microfone dos participantes. Eu fui embora com uma raiva, uma vergonha. Lamentável não é nem a palavra. Em 2019 é mais que lamentável. É triste, é desumano, é crime".

Mion, que também lamentou o caso no programa desta quarta-feira, afirmou estar na torcida para ''Sabrina levar isso adiante''. "Torço que a Sabrina leve isso adiante. A família dela está preparada. Uma coisa dessa é inacreditável. É uma tristeza ver um semelhante se sentindo superior a outro. A minha indignação é a indignação de todos. Espero que ele realmente pague pelo crime cometido'', desabafou ele.

Na terça-feira, a modelo foi chamada de macaca por um operador de câmera do programa, que já foi demitido pela Record. A Miss São Paulo 2016 foi informada, por meio de uma carta da produção, sobre as ações da emissora.

"Eu tinha certeza que eu tinha ouvido, que bom que isso aconteceu. Fico mais tranquila", disse a modelo. Triste, ela chorou ao lado dos amigos de confinamento.