Música

Marília Mendonça fala sobre Salvador Fest, maternidade, críticas e revela pausa nos shows

Ao iBahia, cantora abriu o jogo e comentou também sobre feats com baianos e planos para após a chegada do herdeiro

Guinho Santos (guinho.santos@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Dona dos principais hits de sofrência da atualidade, Marília Mendonça desembarca na capital baiana para se apresenta na 14ª edição do Salvador Fest. A cantora é uma das atrações do Palco Principal do evento, que acontece no domingo (15), no Parque de Exposições de Salvador. Em entrevista ao iBahia, a loira revelou estar ansiosa para se apresentar aos fãs baianos.

"Eu amo me apresentar em Salvador, todas as minhas passagens por aqui sou sempre muito bem recebida, o público tem uma energia incrível", disse. Além de Marília, sobem ao palco também outros grandes nomes da música brasileira, entre eles o cantor Léo Santana, amigo e parceiro de feat na canção 'Apaixonadinha', o qual ela não descarta um encontro: "eu adoraria".

Marília abriu o jogo ao iBahia e falou sobre planos após o nascimento do filho
Foto: Divulgação

Apesar de já ter participado de outras edições da festa, este ano o Salvador Fest vai ser especial para a cantora: Marília se apresenta no evento grávida do primeiro filho, Léo. Ela confessa que não precisou alterar sua movimentada agenda de compromissos, mesmo após a gestação. "Tem sido tranquilo, graças a Deus, tenho me sentido bem", afirmou.

Marília, inclusive, falou sobre o fato de sua gravidez ter sido revelada na imprensa antes do previsto, adiantou que vai dar uma pausa nos shows para se dedicar ao herdeiro, comentou sobre como lida com a fama em tempos de redes sociais e a campanha Setembro Amarelo, em combate ao suicídio. Confira entrevista completa:

Mais uma edição do Salvador Fest em seu currículo. Como se sente participando de um evento deste tamanho na capital baiana?

Eu já me sinto em casa no Salvador Fest, é um evento com uma estrutura incrível e participar mais um ano é uma honra. Eu amo me apresentar em Salvador, em todas as minhas passagens por aqui sou sempre muito bem recebida, o público tem uma energia incrível. Tenho certeza que dessa vez não vai ser diferente.

O Salvador Fest é marcado pela diversidade musical e, claro, a sofrência não poderia estar de fora. Como você avalia eventos como este, que mistura todo tipo de música em um único palco?

Como cantora eu acho incrível participar de eventos como esse que traz essa proposta de diversificar os estilos musicais, agora, quem ganha muito com isso é o público que tem a oportunidade de curtir todos os estilos e tantas apresentações legais em um só show. Eu prometo trazer muita sofrência, mas tenho certeza que o Léo vai colocar o povo pra pular, Ivete, nossa rainha, e tanta gente boa que fará parte desse dia.  

Cantora já tem dividido registros em homenagem ao
herdeiro, Léo
Foto: Reprodução/Instagram

E se tem som diverso, o público, certamente, é diverso. Como preparar um repertório para uma festa como esta? O que não vai faltar neste ano?

Às vezes, nos festivais, a gente faz algumas adaptações no repertório, mas estou apresentando o repertório da minha nova turnê "Todos os Cantos" que tem todas as músicas do projeto e também algumas músicas de trabalhos anteriores que não podem ficar de fora.

Você gravou uma música com Léo aqui em Salvador para o seu projeto 'Todos os Cantos' e ele é uma das atrações do Salvador Fest. Podemos esperar um encontro no palco com ele ou com Ivete no domingo?

Sim, o Léo é uma amigo querido e gravar com ele e com a Banda Didá no Pelourinho foi incrível e muito especial para o projeto. Em festivais desse tipo, as vezes acontece de rolar uma participação. Eu adoraria!

Por sinal, tem algum baiano que você ainda planeja dividir um hit?

Eu já tive a honra de gravar com a Gal Gosta, Ivete e agora em um projeto meu com o Léo. São pessoas que eu tenho muita admiração. Eu gosto muito de fazer parcerias. A música sendo boa e tendo uma identificação, a mistura fica ótima.

Você já tinha uma agenda bem intensa de compromissos antes de descobrir a gestação e, acredito, que não teve como cancelar alguns trabalhos. Como fez p ara conseguir dar conta da agenda mesmo grávida?

Tem sido tranquilo, graças a Deus, tenho me sentindo bem e ainda não precisei cancelar nenhum trabalho, nem fazer nenhuma grande alteração na agenda.

Voltando a falar de trabalho, os bastidores de seu DVD vai entrar para as plataformas digitais no GloboPlay. É uma nova era da música, já que é mais difícil hoje o público consumir o produto físico, mesmo. O que você acha dessas mudanças? Você sente algum impacto?

Estou muito feliz com essa oportunidade de mostrar para o público esses bastidores. Em um projeto tão grande, muita coisa acontece, nem tudo sei como o planejado e é isso que a série vai mostrar, desde a criação, de como surgiu a ideia do "Todos Os Cantos", até a execução.

Marília também falou sobre fama, privacidade e críticas nas redes sociais
Foto: Divulgação

Você desabafou recentemente por terem exposto sua gravidez logo no início. Como você avalia este processo de 'fama X privacidade'? Você pretende deixar Léo longe dos holofotes?

Eu sempre tentei ser muito discreta em relação a minha vida pessoal. Sempre quis deixar claro que é no palco que eu me realizo e me exponho, esse é o meu trabalho... escrever, cantar, me apresentar para o meu público. Claro que esse trabalho me traz algumas consequências e algumas vezes a minha privacidade fica exposta. Eu sei que as pessoas tem curiosidade sobre a vida de um artista, e por isso, sou muito ativa nas redes sociais, compartilho com a galera que acompanha o meu trabalho algumas situações do meu dia a dia, mas sempre dentro de um limite saudável, com o meu filho vou continuar seguindo essa mesma linha, a do bom senso.

Sei que é um assunto delicado, mas estamos em um mês onde se fala muito em suicídio. Você é jovem, tem uma carreira consolidada, o que rende, certamente, muitos frutos. Ao mesmo tempo, você demonstra nas redes sociais ser tão 'gente como a gente'... Você faz terapia para lidar com tanta informação e a fama em sua vida? Como ter um psicológico 'preparado' para superar, por exemplo, os comentários na internet, já que tantos jovens têm sofrido com isso ultimamente?

Essa relação com a internet e com comentários é complicada, mas com o tempo eu fui aprendendo a lidar e a separar o que é uma crítica construtiva - de alguém que curte de verdade o meu trabalho- de outras coisas que pessoas maldosas mandam só para machucar mesmo.

A pergunta é meio complicada de se responder, mas como a Marília, mãe e artista, se vê em cinco anos? Você se sente pronta?

Tudo na minha vida aconteceu de maneira muito espontânea. Quando eu paro para pensar na minha carreira, por exemplo... meu primeiro DVD eu gravei em uma sala com cerca de 40 pessoas me assistindo, o segundo, em Manaus tinha mais de 40 mil pessoas e agora estou gravando um projeto onde passo por todas as capitais do meu país. Esse ano recebei esse presente de Deus que tem sido a experiência da maternidade. Eu me sinto sempre pronta para o que Deus achar que eu tenho que passar, tem dado muito certo (risos).

Por fim, acho que é um pouco cedo para falar, mas teremos Marília no Réveillon, Verão e/ou Carnaval de Salvador?

No final do ano eu pretendo parar com shows e compromissos e me dedicar 100% a chegada do Leo. Por uns três meses vou curtir e aproveitar esse momento.