TV

'Não vai passar impune', diz advogado sobre ataques racistas a Rodrigo

Perfil do brother no Instagram foi alvo de racismo

Paulo Víctor Mafrans, da Agência O Globo
- Atualizada em

Os ataques racistas e de intolerância religiosa que Rodrigo, do "BBB 19", vem sofrendo no Instagram não vão passar despercebido para a justiça. Quem garante é o advogado Ricardo Brajterman que, à frente do caso, diz que já está tomando todas as medidas necessárias para que os envolvidos sejam punidos. Segundo a família do BBB, a situação se agravou após ele ser indicado ao paredão por Paula.


— Isso não vai passar impune. É um absurdo que as pessoas tentem atacar qualquer cidadão por sua cor, raça, credo e religião — critica o advogado, que explica: — Estamos atuando em duas frentes: área criminal, onde vamos levar esses posts criminosos para a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática. Lá, será feita uma investigação que, posteriormente, vai ser encaminhada para o Ministério Público para penalizar o criminoso. A outra, que é a parte cível, a gente está ajuizando uma ação para pedir que o Instagram ofereça os IPs (endereços de identificação do computador) de cada perfil que fez a postagem racista e de intolerância religiosa.

Ricardo Brajterman explica ainda que até mesmo os perfis fakes não escaparão da lei. — Ainda que seja fake, é feito por alguém. De qualquer maneira, vamos saber de onde surgiram as agressões — garante ele, que também é advogado da Federação Israelita: — Casos de intolerância têm crescido absurdamente. Mais cedo ou mais tarde, para ter um perfil na internet, você vai ter que deixar seu CPF e isso vai dificuldar a ação desses criminosos. A liberdade de expressão, que é um bem precioso, não pode ser usada para cometer crimes.