TV

Neymar manifesta apoio a Felipe Prior no Paredão do 'BBB 20'

'Fogo no parquinho', escreveu jogador nas redes sociais

Agência O Globo

Após os torcedores clamarem por um posicionamento, Neymar revelou para quem irá torcer no paredão do 'Big Brother do Brasil 20'. Uma série de jogadores engajaram campanha pela permanência de Felipe Prior no reality show e o camisa 10 da seleção brasileira e do Paris Saint-Germain ficou do mesmo lado. Nas redes sociais, o craque declarou apoio ao arquiteto.

"#TeamPrior. Fogo no parquinho", escreveu Neymar. A frase escrita pelo camisa 10 faz referência a declaração do próprio Prior, que usou essas palavras para justificar o seu voto no confessionário, no último domingo. A intenção do Brother era tumultuar o ambiente e atingir o grupo hegemônico da casa. Não demorou para virar um slogan pela sua permanência.


O paredão do "Big Brother Brasil 20" será disputado entre Felipe Prior, Manu Gavassi e Mari Gonzalez e promete ser disputado, mas polarizado entre os dois primeiros. Curiosamente, a opinião de Neymar vai de encontro com a de Bruna Marquezine, sua ex-namorada. Ela ironizou a atitude de Gabigol, que prometer sortear camisas se Prior ficar, e manifestou apoio para a amiga Manu Gavassi.

"Estão apelando assim?", escreveu Marquezine, aos risos, que acabou se unindo aos fãs de Taylor Swift, e prometendo sortear quatro diários da norte-americana, do último álbum "Love", que é um item para colecionadores.

Sorteio de camisas vira polêmica

O paredão desta semana despertou reações dos jogadores de futebol. Cotada como principal obstáculo pela permanência de Felipe Prior (também presente no paredão ao lado de Mari), Manu Gavassi fez os atletas prometerem sortear camisas se for eliminada do reality show. A campanha foi iniciada por Richarlison, do Everton, e ganhou apoio.

"Negócio é o seguinte... Se a Manu sair, vou pegar uma camisa aqui e sortear para vocês!", escreveu o atacante. Mas não foi um ato isolado. Não demorou para outros atletas aderirem a campanha. Nomes de peso, como Gabigol, do Flamengo, também pediram pela saída da sister.

"E tem uma minha também", declarou Gabigol. Da França, os irmãos Fábio e Rafael, ex-Fluminense, prometeram camisetas do Lyon e do Nantes, respectivamente. Do Brasil, o atacante Pepê, do Grêmio, também aderiu aos pedidos. Ele foi o único dos citados a admitir torcida por Felipe Prior no programa.

"Se o Prior ficar, sorteio a camisa que estou devendo e outra autografada por todos jogadores. Joga Y Joga", escreveu o gremista.