Cinema

Nicole Kidman arrasadora em 'O Peso do Passado'

Atuação pode render uma indicação ao Oscar deste ano

Heyder Mustafá* (heyder.mustafa@redebahia.com.br)

Acompanho a carreira de Nicole Kidman no cinema e na TV americana há alguns anos e sempre me deparo com uma atriz entregue ao papel, dando o melhor de si na frente das câmeras. Mas o que ela faz dando vida à detetive Erin Bell em 'O Peso do Passado' é simplesmente inacreditável. Basta olhar o cartaz de divulgação do filme para ver a transformação pela qual Kidman passou, o que se confirma logo nos primeiros minutos do longa.

Foto: Reprodução

Completamente desfigurada, ela interpreta uma policial bêbada, arrependida do resultado de uma investigação feita anos atrás, quando se infiltrou em uma gangue formada por assaltantes de banco. O filme é repleto de flashbacks que explicam os motivos que levaram a protagonista ao estado deplorável que se encontra nos dias atuais, incluindo seu péssimo relacionamento com a filha adolescente. 



'O Peso do Passado' é sombrio, fala de arrependimento, de vingança a qualquer custo e termina do jeito que eu gosto: sem final feliz, como pede uma boa tragédia. Apesar disso, as relações construídas entre os personagens não saem do lugar comum e os conflitos vividos pela detetive são rasos, o que faz o filme parecer um pouco clichê. A verdade é que o longa foi feito com dois objetivos claros: agradar a Academia de Hollywood e fazer Nicole Kidman brilhar.

Vencedora do Oscar de melhor atriz em 2003, por interpretar a escritora Virginia Woolf em 'As Horas', Kidman deve ser uma das indicadas neste ano, embora suas chances de faturar a estatueta sejam pequenas. De todo modo, a ida ao cinema está mais do que recomendada para apreciar o show de interpretação dessa atriz, que nos surpreende como a mãe do Aquaman, a esposa maltratada da série 'Big Little Lies' ou como a sofrida detetive Erin Bell.

 

*Heyder Mustafá é jornalista e produtor cultural formado pela UFBA, editor de conteúdo da GFM e Bahia FM, apresentador do Fala Bahia e apaixonado por cinema, literatura e viagens.