Música

No Fuzuê Especial, Ju Moraes fala sobre escolha pela música e inclusão do samba

Cantora ainda citou a tragédia que envolveu uma lancha na travessia Mar Grande - Salvador e desejou força às famílias das vítimas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Dando continuidade à programação do Empório Bela Vista, no Shopping Bela Vista, Ju Moraes foi a convidada desta quinta-feira (24) do Fuzuê Especial. Ao lado de Maurício Habbib e Nanny Moreno, a cantora tocou seus maiores sucessos - Palma da Mão e Colar de Guia, por exemplo - e covers de clássicos do samba. Ela, que foi revelada na primeira edição The Voice Brasil, começou a carreira voltada mais para MPB, mas agora o samba toma conta do repertório.

Foto: Aline Caravina / iBahia

"No meu repertório de MPB sempre teve muito samba, então foi uma coisa natural a inclusão desse ritmo. A gente tem que olhar mais para o samba, os empresários precisam olhar mais. Temos que lembrar que o Carnaval começou com o samba", defendeu.


Livros ou microfone?

Formada em Direito, Ju exerceu a profissão junto com a música durante um ano. "Mas quando eu vi que poderia pagar os boletos com a música, eu decidir pagar fazendo o que eu amo", contou.

O direito entrou na sua vida mais por conta da família tradicional que nunca viu a música como uma profissão - nem ela via, na verdade. "Meus pais nunca conseguiram compreender porque não temos formações de músicos profissionais na família. Para eles era apenas bonitinho, mas não era um fato que ia acontecer", explicou.

Assista ao programa na íntegra: