Música

'Nunca vou tocar outro ritmo', revela cantor Tico e conta sobre mudança de nome da banda

Em conversa com o Portal iBahia, o cantor, compositor e músico, revelou onde surgiu a vontade de tocar, sobre a mudança de nome da banda, inspirações musicais, ensaios e gravação do seu primeiro DVD

Priscila Morais* (priscila.morais@redebahia.com.br)
- Atualizada em

O jovem de 30 de anos, batizado com o nome de Evandro Cavalcanti, nasceu em Salvador e sua paixão por forró nasceu quando ainda era criança. O apelido 'Tico' foi escolhido por sua mãe, após ter nascido prematuro, e o apelidou de 'Tiquinho de gente'.

Tico começou sua carreira musical há 12 anos tocando com Danniel Vieira, Kart Love, Dan Valente, Pra Casar, Estakazero, Cangaia de Jegue, e participou das gravações de DVD's da Timbalada e Psirico, mas começou a cantar, de fato, há um ano e meio.

Em conversa com o iBahia, o cantor, compositor e músico, revelou onde surgiu a vontade de tocar, sobre a mudança de nome da banda, inspirações musicais, ensaios e gravação do seu primeiro DVD. 

"Na minha família não tem nenhum músico, eu fui o primeiro. Tudo começou na época do colégio! Alguns amigos tocavam, e eu ganhei um concurso! A gente brincando, aí ganhei um violão. Comecei a tocar e sempre tive um pé no sertanejo e no forró, porque fui criado na fazenda. E aí, no 3º ano do colégio, que surgiu a paixão pela música", afirmou ele. 

Agora, em nova roupagem, o cantor afirmou que a mudança do nome 'Forró do Tico' para apenas 'Tico', foi simplesmente pelo fato do público saber que ele já toca o ritmo musical. "Na realidade não mudou drasticamente. Foi mais a galera falando, porque antigamente eu comecei com 'Forró do Tico', porque banda de forró, eu com a sanfona na mão, já sou forró, e aí o pessoal começou a falar: e aí, vai pra onde hoje? Vou pro Tico', aí como já sabem que eu toco forró, tiramos e ficou só 'Tico'", revelou o forrozeiro.

Quando o assunto é inspirações, o músico afirmou que é fã de cantores e bandas mais antigas. "Dorgival Dantas, Mastruz com Leite, adoro música de vaquejada e Luiz Gonzaga", revelou. O cantor ainda afirmou que não pretende mudar de ritmo musical. 

"Não. Nunca vou tocar outro ritmo. Nos meus shows, eu procuro misturar o tradicional com o moderno. Misturar Luiz Gonzaga com Safadão, que dá um resultado tipo Dorgival Dantas, aí eu acabo indo por aí também", disse.

Tico já data para gravar seu primeiro DVD em Salvador. O forrozeiro confirmou que a data será no dia 07 de dezembro, mas o local ainda não foi definido. Na ocasião, o cantor ainda revelou que será muito muito especial. "Grandes participações a nível nacional e vai ser muito bacana", pontuou o músico.

Nas apresentações que mais marcaram, o cantor afirmou que este ano está sendo bastante especial. "Esse ano eu tive o prazer e a honra de tocar nos maiores forrós das Bahia. 'Piu-Piu', 'Bongo' e o 'Coffe', que pra mim, marcaram bastante", finalizou o cantor.

Tico se apresenta toda sexta-feira na casa de shows Zen, localizada no bairro do Rio Vermelho, em Salvador com o evento 'Tem Que Respeitar', onde a banda sempre leva convidados para fazer participações em seu show. 



Sob supervisão e orientação da repórter Naiá Braga*