TV

O 'BBB' e seu alcance impressionante

Essa movimentação na internet merece ser observada com atenção

Patrícia Kogut, da Agência O Globo

Gostem ou não de reality shows na linha do “Big Brother”, ninguém pode negar que eles se inscrevem entre aqueles que transformaram a televisão nos anos 2000. Esse efeito foi sentido até na teledramaturgia, despertando um interesse por câmeras escondidas no cenário que captavam movimentos espontâneos dos atores. Ninguém fica imune ao “BBB”.


Agora, prestes a entrar em sua 19ª edição, o programa apresentado por Tiago Leifert (na foto) só amplia sua presença na internet. À medida em que a data da estreia se aproxima (nesta terça-feira, 15), vão brotando perfis nas redes sociais, sites dedicados a fazer análises e especialistas em achar pelo em ovo e em questionar cada passo dos participantes ou da direção.

Quando estreou no Brasil, em 2002, o “Big Brother” poderia ser definido como “um programa de televisão”. Ele tinha, verdade, uma existência virtual, mas ela funcionava timidamente. Seu forte era a edição das noites de terça. Essa relação de importância foi se reequilibrando. Até que, hoje, não existiria o “BBB” sem as plataformas de internet. E mais: o que a Globo exibe em sua grade é uma espécie de resumo do que o internauta (e o assinante do pay-per-view) já testemunhou.


Para contornar a falta de novidade, a equipe, que é talentosa, cria historinhas com trilha inspirada. A espontaneidade que caracterizava o reality nos primórdios também se dissipou. Os participantes já não se candidatam apenas a uma vaga. Eles aspiram a um papel numa dramaturgia que será dividida entre um vilão, uma mocinha, um conquistador, um bruto etc. Por mais que o público tenha aprendido sobre essa dinâmica, o desfecho continua surpreendendo. Há quem se espante com a boa audiência obtida ainda hoje, passado tanto tempo da estreia. O fato é que a dimensão do “BBB” não pode ser medida apenas pelos índices da TV. Seria necessário contabilizar toda a enxurrada de “voyeurs virtuais” que se animam nesta época do ano. Essa movimentação na internet merece ser observada com atenção. Nenhum programa da televisão brasileira conseguiu tal capilaridade.

Boninho promete “novidades” já na estreia. É de se imaginar que os próximos ocupantes da casa darão gritos de “uhu” antes de se atirarem na piscina, festejando a entrada. Ou não. A conferir depois de amanhã.