Cinema

'O Irlandês' reúne a fina flor do cinema mundial

Novo filme de Martin Scorsese recebeu 5 indicações ao Globo de Ouro

Heyder Mustafá* (Heyder.Mustafa@redebahia.com.br)

As histórias dos gângsters americanos sempre renderam bons enredos e excelentes filmes, principalmente nas mãos de um dos maiores gênios do cinema mundial, Martin Scorsese. Aos 77 anos de vida, o diretor de ‘Taxi Driver’, ‘Gangues de Nova York’ e ‘O Lobo de Wall Street’ retorna em mais uma produção, que já entrou para a história por vários motivos. ‘O Irlandês’ é o primeiro trabalho do nova-iorquino para a Netflix, seu filme mais longo e marca o encontro de três monstros sagrados da sétima arte: Al Pacino, Joe Pesci e Robert De Niro.

Foto: Reprodução
O trio é responsável por contar um dos grandes mistérios norte-americanos: o desaparecimento de um líder sindicalista nos anos 1970, dado como morto cerca de 10 anos depois. Narrado pelo irlandês, personagem de De Niro que deixa de ser um motorista para entrar no mundo da máfia, o longa é primoroso do começo ao fim. O roteiro é perfeitamente amarrado, a fotografia impecável, os diálogos inteligentes e bem-humorados e as atuações dispensam qualquer tipo de comentário.

Embora a atividade mafiosa seja a essência do filme, Scorsese consegue humanizar a história ao dar o poder da narrativa a um velho, cansado e solitário protagonista, que relembra sua trajetória perpassada por lealdade e arrependimento. A todo instante, o público percebe o ônus e o bônus do estilo de vida adotado pelo ex-motorista e o preço que ele precisa pagar por suas escolhas, mesmo no mais completo abandono em meio à velhice.



‘O Irlandês’ vem sendo aclamado pela crítica especializada e não à toa recebeu cinco indicações ao Globo de Ouro. Mesmo disponível na Netflix, a empresa fez questão de lançar o longa no circuito comercial com a intenção de deixá-lo apto para disputar o Oscar no ano que vem. E não para por aí. Pelo menos mais três filmes da gigante do streaming estão chegando nas próximas semanas para deixar ainda mais acirrada a temporada de premiações. Por hora, vale a pena contemplar mais uma obra do gênio Scorsese, seja no conforto de casa ou na sala de cinema mais próxima.

*Heyder Mustafá é jornalista e produtor cultural formado pela UFBA, editor de conteúdo da GFM e Bahia FM, apresentador do Fala Bahia e apaixonado por cinema, literatura e viagens.