TV

Pessoas não poderão doar para o Criança Esperança; veja o que muda

Em um ano em que todo o mundo precisou se reinventar, a campanha mudou, mas pretende manter o impacto social de sempre

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Falta de dinheiro não será um problema para quem pretende ajudar com a 35ª edição do Criança Esperança. Em 2020, ano em que todo o mundo precisou se reinventar, a campanha mudou, mas pretende manter o impacto social de sempre. Ela terá início neste sábado (5) com o conceito ‘Doe esperança’. Desta vez, o público será convidado a fazer doação de esperança, através de uma plataforma colaborativa, onde poderá enviar vídeos inspiradores de até 15 segundos, que poderão ser exibidos ao longo da programação.
 
Este ano, os recursos serão provenientes de doações corporativas, de empresas que se unem com seu propósito ao Criança Esperança. Foram 111 projetos selecionados em edital pela UNESCO para serem beneficiados e estão disponíveis no site oficial da campanha. A primeira marca que se uniu a esse projeto, antes mesmo do início da campanha, foi OMO, patrocinadora master do Criança Esperança 2020.



“Neste ano tão atípico, nos aproximamos ainda mais das pessoas e do mercado, para compreender as mudanças e novas demandas. Uma aproximação que nos fez perceber um crescimento na busca por propósito e empatia, especialmente na relação entre marcas e consumidores. E neste cenário, as mudanças propostas para o ‘Criança Esperança’ representam uma convergência de objetivos e união de forças, com os brasileiros doando e compartilhando esperança e nossos parceiros comerciais apoiando os projetos que transformam a vida de crianças e jovens em todo Brasil”, afirmou Eduardo Schaeffer, diretor de Negócios Integrados em Publicidade da Globo.
 
O show do Criança Esperança vai ao ar no dia 28 de setembro, e será comandado dos Estúdios Globo por Fátima Bernardes, Luis Roberto, Tiago Leifert, Jessica Ellen, Luciano Huck e Maju Coutinho, com a participação especial ainda de Pedro Bial, Serginho Groisman e Ana Maria Braga. A celebração contará com números musicais produzidos à distância e também fará reflexões sobre temas sociais relevantes na atualidade, como a força da mulher no contexto da pandemia. Nos dias 26, 27 e 28 de setembro, o elenco da Globo conversa com o público que doar esperança através da plataforma colaborativa do Doe Esperança, nos Mesões da Esperança que, desta vez, em formato inédito, acontecem virtualmente.